igreja cristã maranata – o lindo encontro de jovens em Brasília

O Lindo Encontro de Jovens de Brasília.

CV e irmãos,

Tive o prazer de participar deste encontro de jovens em Brasília. Foi realmente lindo!

Os jovens estavam muito felizes naquela tarde. Todos nós amávamos muito ao Pr. Fonseca principalmente pela forma amorosa com que ele tratava as ovelhas e o seu carinho especial para com os jovens.

Além dele ser amoroso com todos, ele sempre exaltava ao Senhor Jesus, o amor e o perdão em todas as suas mensagens.

Naquela tarde foi especial. Foi o primeiro encontro em que os jovens surdos daqui de Brasília frequentaram o Maanaim e foi a primeira vez que eu interpretei diante de tanta gente. Estava nervosa e o Pr. Fonseca muito me incentivou naquele trabalho e disse que gostaria de saber LIBRAS para poder, ele mesmo, interpretar para os irmãos surdos. Ele queria cantar para eles e me disse para eu interpretar usando todos os recursos linguísticos necessários para que o louvor ficasse lindo, sem preconceitos ou restrições.

Em determinado momento da mensagem, quando nós já desfrutávamos de uma comunhão plena com o SENHOR, o Pr. Fonseca nos disse para declararmos nosso amor a Jesus. Ele dizia que podíamos falar: “Jesus eu te amo!”.

Os jovens então começaram a dizer esta frase “Jesus eu te amo!” em voz alta.

Nós na verdade, não estávamos acostumados a fazer uma declaração de amor a Jesus nesta obra e apesar de estranhar nós prontamente começamos a fazê-la com alegria. Foi uma grande benção!

Foi um momento único que pudemos falar para Jesus que o amávamos.

O Pr. Fonseca era meu pastor local e, depois que ele assumiu a minha unidade local, ela nunca mais foi a mesma. Ficava lotada todos os dias e muitos irmãos assistiam ao culto do lado de fora de tão cheia que ficava. Se não me falha a memória, isso foi entre os anos de 2003 e 2004.

Nós jovens jamais imaginávamos que aquela declaração de amor a Jesus, naquele lindo encontro no Maanaim fosse afastar para sempre aquele amado pastor do nosso convívio. Juntado a isso tinha os cultos lotados, as mensagens com o foco em Jesus, no amor e no perdão.

Tudo isso foi demais para o PES cheio de ódio, rancor, e ciúmes, além de ser contrário a tudo que a obra prega, ela não foi o objeto de adoração naquele lindo encontro de jovens. Isso foi insuportável para os pastores legalistas e sem amor pelas ovelhas. Eles não suportam alguém pregar o amor a Jesus e ao próximo.

E foi assim que o Pr. Fonseca, logo depois daquele encontro foi colocado no banco e depois expulso da igreja. Foi muito triste. Naquele ano muitos irmãos foram embora. A igreja ficou vazia e pouco tempo depois quem nos visitou foi o demônio que se manifestou e não teve quem o expulsasse, nos enchendo de pavor. Depois disso ele voltou por mais duas vezes e, novamente, não havia ninguém que tivesse autoridade para expulsá-lo, precisando importar um pastor não sei de onde para resolver o problema. Aquela unidade local NUNCA mais foi a mesma.

Sou testemunha ocular destes fatos.

Na época eu não entendia o que estava acontecendo. Não sabia o que fazer e nada era explicado para nós e ainda éramos levados a odiar aos que saíram.

Não foram poucos os seminários em que tivemos que ouvir o Gedelti fazer chacotas e desprezar e zombar do pastor que tanto amávamos e que nos levou a declarar amor a Jesus.

É assim que esta obra trata quem fala de Jesus e prega amor e perdão.

Eu tenho muito arrependimento do meu comportamento e quero ainda rever todos os irmãos e pedir-lhes perdão por não ter feito nada por eles. De certa forma faço isto agora.

É por isso que hoje, acho que devemos ter paciência e amor para com os irmãos que não conseguem enxergar o que se passa dentro desta seita. Quando estamos lá dentro, não temos como fazer nada, não somos ouvidos. Somos prisioneiros. O gedeltismo enganou a todos.

Claro que hoje a situação é bem diferente daqueles anos pois não tínhamos as informações que temos hoje, mas a LPN fez com que as doutrinas, heresias e mentiras se cauterizassem nas mentes de muitos amados irmãos. Entendam este artigo do CV para entenderem a enganação e a fraude http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/11/a-linguagem-do-nao-pensamento/

Quis escrever este assunto neste artigo para que os amados leitores vejam que existe discriminação e preconceitosaté com pastores que pregam o amor a Jesus.

Como ainda se chama Igreja Cristã Maranata, se não podemos declarar o nosso amor ao nosso Cristo?

Que grande contradição!

Que Deus abençoe grandemente ao nosso amado Pr. Fonseca.

A paz do Senhor Jesus.

Eurípia Inês.
.
.
Acompanhei este episódio denunciado na Comunidade Já Fui um Maranata.

Depois baixaram o COMUNICADO N.º 033/0909 impondo o jugo maranático e regras na glorificação “para não usarem palavras inadequadas dirigidas a pessoas, tais como: Obrigado! Muito Obrigado! Pai do céu! Paizinho do céu! E outras semelhantes. (…) O pastor é o responsável pela conservação da sã doutrina, para que o rebanho não acompanhe tais desvios inadmissíveis disseminados como inovações por religiosos e cantores profissionais.”

Farisaísmo!

Gedelti adoeceu esta igreja. Ciumento,como sempre, perseguiu a quem quis.

Os filhos do gedeltismo gritam MARANATAAAAAAAAAAAA mas estão desesperados, doentes, empanzinados com profetadas e revelagens de sorte que continuam andando ao redor dos erros. E não se arrependem.

Que obra maravilhosa, hein Gedelti?!

http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2012/11/mp-cumpre-mandados-e-investiga-desvios-de-dizimos-em-igreja-no-es.html

http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2012/11/justica-afasta-cupula-da-igreja-maranata-no-es.html

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/11/noticias/cidades/1377487-fundacao-comprava-ate-remedio-superfaturado.html

Retirantes, lembrem-se da mulher de Ló.

Sei de algo bem certo: o som do TAMBOR chegou aos ouvidos de milhares deles http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/12/eu-e-o-meu-tambor/ e muitos não mais poderão dizer: NINGUÉM ME AVISOU.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-49251

Sobre cavaleiroveloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória
Esse post foi publicado em Testemunhos de obreiros, servos, pastores, diaconos e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s