igreja maranata – Minha mãe, minha família nunca foi caída ou desestruturada, tivemos problemas sim, passamos por situações adversas, mas jamais poderiam fazer o que fizeram conosco.

Eu gostaria que o responsável desse blog publicasse a minha historia, pois não sei como é que faz para publicar então deixarei neste comentário, peço desculpa pela longa historia mas gostaria muito de deixar a minha historia gravada aqui para que muitos saibam o que eu passei:
Conheci a obra com 16 anos (hoje estou com 25 anos), no começo eu e minha mãe começamos ir aos cultos, depois meus dois irmãos e meu pai que ia esporadicamente.
Éramos uma família que dava assistência em varias cidades, onde precisavam de irmãos para ajudar ali estávamos, sem medir esforços estávamos lá, morávamos a uma hora da igreja e íamos a pé sempre, no começo os irmãos nos levavam mas depois começou a ser fardo então disseram que teríamos que caminhar sozinhos pois já estávamos a mais tempo na obra e outras vidas precisavam de assistência, sem problemas íamos sempre a pé… com chuva, com sol, estávamos lá…
Cheguei a ser professora, instrumentista, grupo de louvor ,comecei o trabalho em asilos e hospitais aqui na minha cidade, meu irmão obreiro e instrumentista…
Só que tínhamos um grande defeito considerado por eles, éramos uma família muito unida, minha mãe era a galinha com seus pintinhos, e sempre falavam pra ela que era necessário cortar o cordão umbilical… Meu Deus! Qual era o problema de uma mãe amar seus filhos, qual era o problemas de sempre estarmos juntos, dela sempre no proteger. Tinham pavor de família unida.
E assim continuamos, até que minha família passou por problemas financeiros, minha mãe infelizmente caiu na mão de agiotas, passamos até por necessidade. Só que isso chegou no ouvido dos dirigentes e então o inferno começou, na época eles não quiseram ouvir minha mãe, disseram que ela estava sujando a obra, que ela era uma mancha na igreja, que ela pra ela sentar no ultimo banco e não falar e nem se envolver de mais com os irmãos.
Mas naquela época minha mãe preferiu sair para que a obra não fosse “manchada”, então meu irmão mais velho foi transferido para uma outra cidade, e eu fiquei sozinha naquele lugar…
Amados… foram os piores anos da minha vida, quantas humilhações, quantas perseguições, uns tinham pena de mim, chegavam a dizer “ o que seria da minha vida se eu saísse da obra com a família desestruturada que eu tinha”, estar no louvor para eles era uma misericórdia, por pena.
Vivia sendo chamada no grupo de interseção não porque tinha feito algo errado, mas por ser perseguida, tinha umas irmãs fofoqueiras que tinha a coragem de chegar no pastor e dizer a irmã Carolina não me comprimenta, não me da a “ paz do Senhor”… pode um absurdo desse? Uma vez viram uma foto minha com vestido e legue e tiveram coragem de falar para o pastor que eu estava de calça.
Sabe aquele período que fazem culto nas casas de todos irmãos? Na minha não podia então eu tinha que ir pra casa de outro irmão para poder participar do culto no lar. Se eu ficasse doente eu não recebia visita, pois não podiam entrar na minha casa éramos como leprosos…
Até que um dia neste período de culto no lar disseram que “ o Senhor permitiu”, então foram uns 4 irmãos… então chamei minha mãe ate a sala para que ela pudesse participar… o irmão em nenhum momento olhou na minha mãe… durante toda a palavra ele pregava só para mim… foi vergonhoso a atitude dele … mas mesmo assim continuei…
Sabe amados… minha mãe é uma pessoa maravilhosa, uma mulher zelosa, uma ótima esposa uma ótima mãe, uma serva temente a Deus, que ama o Senhor desde pequena… mesmo não conhecendo a palavra ela sempre nos ensinou o melhor.
Ela amava a obra, e sempre dizia que um dia voltaria para a obra assim que as coisas se resolvessem, ela amava os louvores e ama ate hoje, todos os dias coloca o som para ouvi-los
Sabe irmãos minha mãe não teve problemas financeiros porque quis, porque era má… infelizmente aconteceu qualquer pessoa pode passar por isso e ela não soube lidar com aquilo… mas os dirigentes não quiseram saber o porque apenas nos julgaram…
Eu fui ficando muito cansada de todas as humilhações, era uma inveja muito grande, pois eu gostava muito de crianças e elas gostavam muito de mim… eu dava aula de flauta… cantava ate bem no louvor… e as pessoas odiavam aquilo…
E quando ficaram sabendo que eu fazia filosofia… a h foi o fim… sempre me olhavam como um perigo para a igreja… eu queria que os jovens pudessem ir ate a minha casa…
Um dia marquei com varias jovens… combinamos tudo direitinho para assistir um filme, ate que na hora ninguém foi… foram pra casa de uma outra irmã (com a vida mais direita)
Não houve uma assistência, uma visita, passamos por dificuldades e necessidades, mas sabe quem nos assistiu o Senhor nosso Deus, Ele foi o nosso Provedor, Consolador!
Uma vez recebemos uma conta de agua num valor muito alto, pois houve um vazamento e não tínhamos condições de pagar, então cortaram nossa agua… e na minha casa tinha um tanque grande então chovia e enchíamos aquele tanque… e por 6 meses ficamos sem agua encanada, mas nesses 6 meses o Senhor nosso Deus proveu a chuva, quando a agua do reservatório estava pra acabar, chovia novamente.
Há mais ou menos dois anos sai da ICM pois não aguentei mais… não aguentei as humilhações, não aguentei o pastor passar do meu lado e nunca me comprimentar, não aguentei um dia pedir carona para a esposa dele e ao me levarem em casa ele ficar de cara feia e nem na porta da minha casa me deixou.. deixou um quarteirão antes…
Eu ia dar assistência em outra cidade, eles não gostavam de me buscar, mandavam eu esperar em outro lugar….
Sabe o problema não foi comigo e sim com a minha mãe, eles não podiam me tratar daquela forma, eu era uma serva, eu amava aquele lugar, aqueles irmãos… eu cuidava das filhas do pastor, e nem para o aniversario da menina eles me chamaram… o preconceito era terrível… lá os ricos eram bem tratado os pobres eram discriminados, pobre só servia para o trabalho braçal…
Não aguentei mais… foi muito difícil… quando sai desde aquele dia, nunca me visitaram, nunca perguntaram porque eu sai, o pastor nunca me ligou, o responsável do meu grupo de assistência nunca me procurou…
Para eles talvez a minha saída foi uma limpeza na igreja… os jovens que eu tanto amava nunca me fizeram uma visita, aquelas que se diziam minhas amigas se passar na rua nem olhava na minha cara…
Mas hoje sou feliz, não vivo no fardo, no medo, na angustia… eu não tinha tempo para minha família, para os meus pais que tanto precisavam de mim… eu não tinha tempo pra mim… vivia por conta de viajar, ensaio, encontros, limpeza… minha família ia se desfazendo aos poucos.
E sabe muitos daqueles irmãos que julgaram minha família, hj tem seus lares destruídos, filhos destruídos, casamento falido…
Vivíamos em uma ditadura Maranata…
Quando contei para minha mãe do que estava acontecendo dos escândalos, ela chorou profundamente e dizia não pode ser verdade minha filha, eu orava ao Senhor para que me desse condições de voltar…
Ela falava “ meu Deus quanto eu chorei pela vida dos meus filhos, me sentia culpada pelas humilhações que eles passavam, quanto tempo eu me culpei… me chamaram de caída… eu nunca fui caída Senhor… eu nunca manchei o Teu nome”
Minha mãe, minha família nunca foi caída ou desestruturada, tivemos problemas sim, passamos por situações adversas, mas jamais poderiam fazer o que fizeram conosco. Quem nunca passou por problemas que atire a primeira pedra… só precisávamos naquele momento de uma simples assistência, mas nem isso souberam dar… hoje tenho pavor em encontrar com qualquer uma dessas pessoas… bando de farizeu

fonte: http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/12/09/igreja-maranata-integrantes-igreja-maranata-estado-es-suspeitos-desvio-de-dizimo/#comment-4417

.

.

Bem vinda Irmã Carol,

Obrigado por compartilhar sua história com os irmãos – é muito importante não permanecer no silêncio, muito importante para tantos irmãos que vivem sobre esse julgo pesado dessa seita maranata. A seita conseguiu sobreviver por tantos anos por causa do medo que deixou nos corações de tantos que sofreram com essa discriminação que acontece nos bastidores.

Compartilhe sua história também com os irmãos no Ministério do CV:

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/

Cabe ao Ministério Público também analisar e ouvir estas histórias de discriminação de uma instituição que se diz “igreja” e “cristã”

A discriminação é REGRA nessa seita – não de cara – ela acontece nos bastidores, bem como você descreveu.

Alias é como o resto na seita:

a obra não faz politica – pesquise você mesmo: politico + maranata, dinheiro público + maranata

pastor errou tá fora – pesquise: pastor + maranata, maranata + governador valadares, pastor + pirâmide de containers e repare se está fora? Quanto mais escândalo traz na ficha mais provável ser levantado para o presbitério da seita – essa é a realidade.

Está na hora de falar! E quem sofreu danos morais ou danos financeiros com essa “obra” que somente serve a uma minoría aliada à família em Vila Velha no ES deve dirigir-se ao Ministério Público do Espírito Santo. Principalmente para proteger outros irmãos cristãos em caír nessa seita maligna.

http://www.mpes.gov.br:8080/ouvidoria/portal/contato.html

PAZ

Sobre cavaleiroveloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória
Esse post foi publicado em Testemunhos de obreiros, servos, pastores, diaconos e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para igreja maranata – Minha mãe, minha família nunca foi caída ou desestruturada, tivemos problemas sim, passamos por situações adversas, mas jamais poderiam fazer o que fizeram conosco.

  1. BERNADETTE VIEIRA GAMA disse:

    frequentei a igreja crstã maranata e passei coisas iguais ou piores que esta família passou,durante 25anos sofri todo tipo de discriminação.tinha muito medo de sair da igreja e não ter lugar para congregar com os irmãos para louvar ao ETERNO.mas não tive mais como suportar e continuar nesta denominação.foi quando descobri que eu sou o templo que o nosso Pai não habita em templos de alvenaria porisso tanta confusão.então fui estudar o hebraico de onde originou o monoteismo descobri que o nome do nosso PAI o CRIADOR do universo é YAOHU e o nome do nosso Salvador é YAHUSHUA.saim do sistema religioso só há confusão os verdadeiros adoradores o adoram em espírito e verdade .fiquem na paz de YAHUSHUA

  2. Gilcimar disse:

    Irma carol, eu era tido por eles como rebelde, murmurador,porq? Por nao concordar com tais coisas q estao erradas,discriminacao,eresias e mais um montao. No grupo q eu participava ,o obreiro fazia umas festinhas de vez enquando e so convidava quem era do nivel social deles,agora eu pergunto? Isso e amor? Ou discriminacao? Fiquem na paz

    • alex disse:

      tem um pastor em D de Caxias RJ , que se chama Mauro, disciplinou duas familias pq são negros {ele não gosta de negros} o cordenador de areá fala p os irmãos resolverem seus problemas e que cada um de seu jeito, essa palavra é só p os irmãos pobres, ele não quer saber da irmã que esta doente, do irmão que esta com depressão {que eles chamam de opressão} ou seja salve se quem puder. tudo em nome da discriminação. paz
      .
      .
      Irmão Alex,

      isso é sério! Por favor, se tiver contato com os irmãos que estiverem sofrendo, denunciem! Eu chamo ato de fé SIM – porque protegemos os verdadeiros servos de Deus serem tratados como pedaços de carne e comandados por fachistas religiosos usando o título de “pastor” para matarem o povo de Deus!

      Deixo o link – a denuncia pode ser anônima!

      http://www.mpes.gov.br:8080/ouvidoria/portal/contato.html

      É do Ministério Público do Espírito Santo – porque o quartel general dessa seita fachista é em Vila Velha no Espírito Santo.

      PAZ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s