igreja maranata – Para quem pensa que a justiça não está investigando as supostas práticas criminosas da Maranata, dia 13/09 último foi publicada resposta do Superior Tribunal Federal pelo Ministro Lewandowski

Há um tempo para todas as coisas. O tempo agora é o de aguardar a decisão da justiça, e quem ainda não sabe, o STF se manifestou a exatos 15 dias atrás:

Para quem pensa que a justiça não está investigando as supostas práticas criminosas da Maranata, dia 13/09 último foi publicada resposta do Superior Tribunal Federal pelo Ministro Lewandowski (…)

Assim, o sigilo das investigações encontra-se devidamente fundamentado na necessidade de resguardo aos trabalhos, buscando, com a parcial restrição da publicidade, conferir sólido resultado na apuração das supostas práticas criminosas, posto que estão sendo averiguados fatos extremamente complexos ligados à Igreja Cristã Maranata e que envolvem um grande número de possíveis responsáveis, testemunhas e terceiros….

Pois é, as investigações de fatos ligados à ICM continuam a todo vapor, só estão sendo sigilosas, restritas à publicidade, ou em bom maranatêz: as investigações estão escondidas do olhar do “adversário”…

Resta a alguns entenderem QUEM seria o adversário neste caso, né?

http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/22374223/medida-cautelar-na-reclamacao-rcl-14470-es-stf

Abra o link acima, leia e tire suas próprias conclusões. Falar mais o quê???? Publicar mais o quê??

Claro, os “do ninho” são audiência assídua aqui neste espaço.

Que bom que é assim, ele é mesmo direcionado para vcs! Não fiquem impacientes por não haver tantas atualizações diárias, estamos aguardando a justiça dos homens, pq a de Deus, esta já está sendo feita para a glória do nosso Senhor!!

Vamos aguardar um poucochinho mais de tempo com paciência que as novidades virão, amém?

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/a-falsa-uncao-gera-morte/#comment-17872

Sobre cavaleiroveloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória
Esse post foi publicado em Testemunhos de obreiros, servos, pastores, diaconos e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s