maranata – eu presenciei o caso de um adultério de um meia-sola destruir o lar dele e o de um diacono. O diacono chorava copiosamente todos os dias. Foi uma tragedia! Herança maldita!

Alandati,

eu presenciei o caso de um adultério de um meia-sola destruir o lar dele e o de um diacono. O diacono chorava copiosamente todos os dias. Foi uma tragedia!

Eu sei q isso pode acontecer com qualquer um, mas na icm-obra o professor de seminário ensina aos obreiros a deixar mulher e filhos pra trás nos finais de semana e feriados (sem falar nos cultos durante a semana, quando o obreiro tem q estar na igreja todas as noites, sem hora pra voltar pra casa). Os compromissos da icm estão acima dos compromissos familiares – pois assim fomos ensinados em todos os seminários, encontros e reuniões da icm.

Alguns desses obreiros chegam a dar a vida para agradar os meia-solas. Se tornam motoristas particulares, porteiros e zeladores das unidades locais. Correm de um lado pro outro cumprindo ordens, e, fazem de tudo pela obra-icm, sem medir esforços. Mas em casa…. os filhos ficam órfãos de pai e as esposas se tornam viuvas de maridos (vivos) – quanto maior a posição hierarquia eclesiástica do marido na icm, maior a sua solicitação no “projeto” e maior a sua ausência dentro de casa.

Deixar a esposa sozinha em casa cuidando dos afazeres domésticos e dos filhos, enquanto o marido cuida da obra revelada do sinho, se tornou um exemplo esdrúxulo de obra como forma de vida para muitos obreiros.

O ensino nos seminarios fica claro na mente do icemita formatado: quanto mais se abandona o lar, mais espiritual se torna o obreiro e maior a chance de subir nas cobiçadas posições da hierarquia das organizações maranata (inclusive com direito a emprego dado por políticos eleitos pelos maranatas). E mais, quanto menos a esposa atrapalhar a ascensão hierárquica do marido, melhor o exemplo de esposa modelo, serva do sinho.

Herança maldita!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/03/opiniao-seminarios-da-obra/#comment-16284

Sobre cavaleiroveloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória
Esse post foi publicado em Testemunhos de obreiros, servos, pastores, diaconos e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s