Está ficando muito perigoso…

A formatação do icemita de carteirinha começa no início, no Principiantes, o primeiro período dos Seminários da Obra e continua nas comissões, nos cultos proféticos e demais grupos: assistência, intercessão, louvor etc. Entenda: a formatação perfaz o projeto de salvação dos que absorverão a Obra (até completo empanzinamento). Então, o público reconhecimento de serem servos da Obra.

A formatação confunde a emoção, embaraça a inteligência e perturba a vontade (entenda: emoção, inteligência e vontade formam a alma do indivíduo) como condição ideal à introjeção da ideologia (filosofia) de Obra Revelada. Causa predisponente para a esquizofrenia religiosa. Como instituição, a ICM-PES entrou num  beco sem saída.

Destaque como emissário do monarca no clero superior é o que cada obreiro deles mais deseja. Mas convenhamos, depende de clamor pelo sangue de Jesus, consulta(leia-se: bibliomancia), enquadramento na hierarquia, indicação, interesses, obediência inquestionável, posição social, profetada, revelagens, subserviência e unção. Enfim, eis o formatado pelo eclesiasticismo monárquico quadragenário e pseudocarismático! Com gritos de MARANATA! O olhar caolho do construtor de heresias está presente em cada fase desse longo processo. Sempre!

A incubação da doutrina revelada é desejada insistentemente pelo sistema (o mestre-mor conta com este lance). Começou com o capítulo chamado absorção de Obra (algo que de coisas insignificantes fazem segredos), como condição de formatação inconsciente do eu-icemítico facilmente manipulável e obediente ao sistema. Falando e pensando biblicamente, absorvem a OBRA é expressão medíocre: o mestre-mor recorda e repete a doutrina revelada e, a cada dia, o mistério da Obra fica mais sofisticado. É assim que  a doutrina revelada, a mensagem revelada, a palavra revelada funcionam: na base de compulsão. Inexoravelmente! Não duvide!

Então, entenda as fases da introjeção de cada capítulo da heresia icemita na mente dos servos da Obra: compulsão à recordação, repetição e sofisticação no encadeamento de alegorias, bizarrices eclesiásticas, dissimulações, erros doutrinários, espiritualizações de frases isoladas do conteúdo e do contexto do Livro Sagrado. E maldições… muitas maldições. Depois de exposto com os ardis da linguagem do não-pensamento e de enfeitado com o famoso ossorrevelô, este imbróglio negrumoso é oferecido ao público. Entretenimento na certa! Lembrem-se: monarca, para entreter como monarca, joga malabares e ri da plebe. Sempre!

Está ficando muito perigoso, continuar crendo em doutrina revelada, mensagem revelada e palavra revelada.

Faça um favor a sua alma preciosa e continue lendo e pensando…

Não é de admirar, que o falso profetismo fincou pé nos chamados cultos proféticos como expressão de consciência individual já morta pelo pecado. Nunca se condenam pelos erros que comentem. Nunca! O chefe religioso discrimina os pastores subalternos (muitos são considerados meia-solas), espalha o ódio religioso e não lhe pesa o coração (e a reputação) pois proclama: a Maranata não precisa de você: Vá embora!

Nada mais do que o orgulho religioso enraizado no insano sentimento de superioridade. Os emissários (entenda: pastores representantes do presbitérios, assim definidos pelo Estatudo da ICM-PES) da monarquia fazem o mesmo nas unidades locais, pois não passam de cúmplices do sistema.

Nas brumas desta dominação eclesiástica monárquica e pseudocarismática antigas brigas  entre famílias presbiterianas (mas eles contam e publicam outra história); e, consequentemente, o começo do fim. Até hoje o chefe religioso nega o regimento interno nesta denominação eclesiástica. Com essas brechas apareceram balcões de negócios e  estelionatos. Comissões distribuídas, cumplicidade e omissão.

Nessas ilhas de fortuna os fracos foram devorados pelos fortes, inclusive, com interesses políticos. Nossos filhos estão sofrendo. Os membros pagam o preço. Os pais obedientes ao icemita-mor, o pai do Ídolo-OBRA, conseguirão equilíbrio emocional e espiritual neste sistema?

O crente comum (desculpem a expressão, eu mesmo sou um) continua discriminado.

O incremento de ações judiciais lembra o histórico rolo compressor de 2007 que abriu brechas às demandas judiciais recentes. O monarca está nu e não percebe.

O medo impera na ICM que a elite chama de Igreja Fiel. Centenas… milhares de amados crentes icemitas excomungados nesses quarenta anos de regime sectarista: sem direito à defesa, sem direito de protestarem pelas agressões e ameaças sofridas. Excomungados por revelação! Simplesmente.

Os algozes não acenderam fogueiras para queimar hereges em praça pública: calúnias, difamações, injúrias e maldições que escorrem pelas escadarias do palácio da rainha desfigurada, fazem algo pior que betume nos corpos ardendo em chamas debaixo da crueldade daquela Inquisição Satânica orquestrada pelo papismo. Que o digam os icemitas retirantes…

Porquanto, é deste modo que o gedeltismo enraizou  idéias humanas como  projeto de salvação que veio da eternidade. O icemita-mor conseguiu elaborar e efetivar o eclesiasticismo filosófico monárquico pseudocarismático. Quadragenário!

Por conseguinte, amargas e inúmeras as dificuldades enfrentadas pelos retirantes, a fim de finalmente, serem salvos da servidão.

Conclusão

A estupidez da heresia icemita maculou esta geração de icemitas com o olhar caolho do encantador de formatados. A ideologia (eclesiasticismo) de Obra, qual droga estupefaciente, introjeta obediência e pronta servidão ao sistema, no qual, os formatados mais parecem zumbis. As decepções continuam. Disfarçar e esconder insignificâncias, intitulando-as de mistérios da Obra Revelada, de nada vale.

A formatação do icemita é algo parecido com a disposição espacial de elementos nos programas televisíveis e visuais. Entenda o que acontece: flashs instantâneos prioritários e programados exigindo pronta resposta aparecem na mente obcecada (cego de entendimento) dos servos da Obra: flashs de aulas, de falas do icemita-mor, de falsas profecias, de imposição de medos, de instigação do ódio religioso, de mensagens reveladas além da letra, de páginas, profetadas e revelagens por satélites e nos Seminários da Obra.

A ICM-PES corre o risco de representação pelo Ministério Público Federal em ação civil pública com arbitramento de multa para cada caso de discriminação contra ex-icemitas perseguidos por questões religiosas. Não é difícil perceber que certas práticas adotadas pela denominação eclesiástica afrontam princípios constitucionais da dignidade humana, da igualdade, da solidariedade, da liberdade de associação e da liberdade de consciência e de crença; e essas práticas não pode ser toleradas pelo Estado Democrático de Direito.

As máscaras do mito mistério da Obra  estão caindo. As meninas da Maranata em Itapoá – SC aprenderam que o clamor pelo sangue de Jesus impede a ação do inimigo e dos homens maus. Clamor pra quê? Elas foram corrompidas, penetradas e sexualmente violentadas.  Meu Deus! Nada obstante, o desgastado ossorrevelô  disfarça a expectativa de demandas no Judiciário.

Desde que as cercas foram rompidas, as estradas estão cheias de centenas… melhor dizendo, de milhares de retirantes desiludidos com a enganação.

Doentes de desamor, de dominação esquizofrênica, de doutrinas de homens, de estelionatos, de profetadas, revelagens, sonhos de tolos e vaidades…

Então, a Constituição Federal declara (inc. IV do art. 3º): “promover o bem de todos, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.”

Esta norma deveria encerrar força nas comunidades cristãs.

Este princípio da Carta Magna não é bom, oportuno e útil? Evidentemente, para a MESCLA, porquanto o mestre-mor entende que o rebanho sujeito ao seu domínio está acima da Lei e da letra morta da Bíblia Sagrada. Que ousadia!

Entre as diversas formas de preconceitos religiosos lançados no rosto dos ex-icemitas amaldiçoar, caluniar, difamar e discriminar estão salientes.

Esperto em instigar o ódio religioso e intransigente como sempre, o chefe icemita e mestre dos mestres não permite perguntas e questionamentos. Se alguém insite, ele ameaça: VAI SER COMIDO DE BICHO!

Está ficando muito perigoso continuar dependente de cultos proféticos que nada mais parece do que escola da falsas profecias. O resultado é gente moralmente prejudicada e  sofrendo  nas mãos de obreiros que lamentavelmente perderam a noção do que é servir em amor aos irmãos.

Mostre-me uma Circular do Presidente do Presbitério condenando os crentes icemitas por criarem blogs de conteúdo caluniador, difamatório, hostil, injurioso, odioso e manifestadamente pernicioso, contra aqueles que não mais freqüentam os cultos da ICM.

Mostre-me uma só… Não existe! Porém, enquanto o chefe icemita muito religioso incentiva e instiga o ódio religioso, muitos estão descobrindo a mentira. Que o digam aqueles que padecem os sofrimentos.

Os erros nos cultos proféticos se acumulam aos montões, e  de de tal modo ficam enraizados na mente do formatado icemita, que somente depois… bem depois, quando começar a despertar da embriagues estupefaciente e quiser romper com o sistema, perceberá quão espinhoso é ser mais um retirante…

Se os que dominam o rebanho de Deus perderam a vergonha, aquele que os obedecem perderam o respeito por si mesmos.

Tristeza que me adoece intimamente, e que não tenho outro modo de dizer: desde o início a ICM está morrendo.

NOTAS

Artigo atualizado em 25.03.2012.

Detesto caluniadores instigados pelo ódio. Fiquem onde estão.

Expressões em itálico aparecem em apostilas e falas dos icemitas.

Matérias publicadas:

Pastor usou ‘visão’ para justificar desvio
Envolvido em compras foi preso pela federal
R$ 1,8 milhão doados por deputados à igreja
Igreja contratou sobrinho de presidente
Maranata: “uma igreja que surgiu da luta pelo poder”
Maranata pagou R$ 941 mil em materiais nunca entregues
Milhões arrecadados e livres de fiscalização
Maranata: líder da igreja é investigado

Suspeita de crimes federais serão investigados

Sobre cavaleiroveloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória
Esse post foi publicado em Acorda, Maranata!, BOM DIA!, Denunciar é preciso, Destruindo maldições, GRAÇA e JUÍZO, Vivendo "igreja de Deus...corpo de Cristo". Bookmark o link permanente.

16 respostas para Está ficando muito perigoso…

  1. Hadassa disse:

    Amados, pensando nos males que a denominação ICM tem promovido ao longo dos anos, seria mesmo justo, sensato, correto e cristão não levá-la a responder na justiça por algumas de suas práticas danosas, uma vez que não são cristãs? A exemplo do que tem acontecido entre as TJs, estariam eles agindo errado? Estariam ferindo algum princípio cristão?

    É correto e cristão ver alguém ser maltratado e omitir-se?

    Vejam o vídeo, leiam o artigo e comentem:
    .



    .
    Um caso de intolerância praticado contra um membro afastado da congregação religiosa Testemunhas de Jeová levou o Ministério Público Federal (MPF) no Ceará, por meio da Procuradora da República Nilce Cunha Rodrigues, a ingressar com ação civil pública na 8ª Vara da Justiça Federal contra a Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, e a Associação Bíblica e Cultural de Fortaleza, que respectivamente representam a igreja no Brasil e no Ceará.

    O procedimento visa que a denominação religiosa acabe com práticas de discriminação contra pessoas que se afastam ou são afastadas da igreja, sugerindo como penalidade a aplicação de multa no valor R$ 10 mil, por cada ato que venha a ser identificado.

    Para a procuradora autora da ação, a prática adotada pela igreja revela-se “ostensiva e intolerável discriminação religiosa, afrontando os princípios constitucionais da dignidade humana, da igualdade, da solidariedade, da liberdade de associação e da liberdade de consciência e de crença, e não pode ser tolerada pelo estado brasileiro”.

    Continue lendo:
    http://www.opovo.com.br/app/opovo/fortaleza/2011/07/29/noticiafortalezajornal,2272960/mpf-entra-com-acao-contra-igreja.shtml
    .

  2. graci disse:

    Quando comecei a postar comentários nesse blog eu havia dito que a amizade com os maranatas continuava,que eles conversavam conosco até mesmo para reclamar da igreja. Com o passar dos meses,muitos vão nos ignorando, contaminados por outros que vêem os que se libertam como caídos. Já não nos enchergam como boa gente. “Estão no mundo”, é a frase predileta, e quem não está?

    AH,esqueci que eles vivem flutuando nas nuvens,com um pé na eternidade e outro aqui,são seres especiais acima dos outros.Essa é a estupidez de pizar na graça,do exclusivismo, dizendo sempre “somos da obra”.

    Após alguns meses de sofrimento e estou totalmente livre desse mal. Não sobrou nenhum resquício de dúvida. Acordo todos os dias agradecendo a Deus por ter limpado a minha mente desse terror psicológico, é como se tivesse passado 15 anos na prisão e agora poder ver a luz do sol… Não tem preço. Aliás,o preço já está pago por Jesus.

    É pena ver que alguns que saem da icm acabam indo para alguma outra igreja maluca,cheia de profetadas e exageros humanos. Calma irmãos, dêem tempo ao tempo e deixem Deus orientar o caminho.O erro está em agarrar uma igreja e dizer “esta é a certa”,nenhuma é… só Jesus é perfeito, e o templo que ele procura é o nosso coração.

    Enquanto isso,a guerra rola solta entre todas as igrejas,e o inimigo sentado no trono da terra dá gargalhadas e diz ‘obrigado icm,obrigado fulana e ciclana,é isso que eu gosto”…

    …………

    E isso, Graci.

    Nesse contexto de ruptura, interessante observar a agressividade de alguns pelo nível das expressões que empregam contra nós. (A cada dia me lançam maldições e pedras. Alguns desses expressam ódio… muito ódio, beirando à opressão satânica.)

    Há os que nos cumprimentam com disfarces, por etiqueta mascarada; e outros abandonaram a família, mergulharam em dívidas e protestos e agora querem nos saudar com “Paz” ou “Paz do Senhor”. Não é contraditório? Se cheios de disfarces, falsas profecias, malignidade e ódio religioso, que paz pode sair de seus corações?

    (Tiago 3.11-12): “Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso? Acaso, meus irmãos, pode a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Tampouco fonte de água salgada pode dar água doce.”

    O mais interessante é que em tudo isso aparece uma oportunidade de orar por eles, para que seus olhos sejam abertos e chegue o momento do cair das escamas…

    SÊ FORTE!
    CV

  3. Cavaleiro Veloz disse:

    Aos leitores.

    Abaixo o tópico de Ireneu em http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=1278527&tid=5486291675363869764
    .
    GDT: “Somos Nível Superior, a Religião, mobrais”
    http://www.4shared.com/file/116555268/981294dc/Momento.html
     
    A partir de 1:10:00 + ou -.
    11 minutos – 13 minutos:
    Fala que quem saia da ICM é tudo “sujeira”. E sujeira é para sair mesmo. E a “sujeira” vai para os “movimentos”.
    A pessoa que teve as MAIORES EXPERIÊNCIAS NO CORPO (leia-se ICM), e saiu, agora, é réu do corpo.
    Diz que roupa esporte é um esforço, então vai embora, que não vai fazer falta. (e depois dizem que usos e costumes não é obrigatório).
    Quem usa roupa esporte é coisa de DOIDO.

    18 minutos – 19 minutos:
    Fala mal da CCB indiretamente. Do véu, ridiculariza o uso véu, mas antes recrimina que usa roupa esporte. (quanta hipocrisia)
    Diz que ir para pra ia não é pecado, mas vestir bikini é pecado. Pois pra tomar banho do mar tem que usar bikini. Então, não pode tomar banho de mar (ir para praia), se quiser tomar banho de mar, tem que tomar igual as muçulmanas.

    24 minutos – 27 minutos:
    Critica aqueles crentes que louvam a Deus com animação, e ainda critica pela voz da pessoa ser nordestina, com seu sotaque. Escarnece, com um tom de voz esnobe. E julga as pessoas que gritam “eu amo Jesus” é que não ama Jesus na verdade.
    E cita o caso do Fonseca.

    Debocha e faz chacota de igrejas que permitem que o casal, em festa de casamento, façam declaração de amor. Chama o casal de doidos e um “troço”.

  4. Luiza Reis disse:

    Olá Cavaleiro Veloz!
    Como vc sabe não sou membro da ICM, mas qd leio esses posts fico com medo, medo mesmo, pq acho que terei que passar por issso tudo para que meu marido conheça a ICM. Acho que terei que ser membro e ele tb para que ele “prove” de tantas metiras que há lá dentro.

    Ainda bem que tenho um DEus que me conhece e sabe de tudo que passa dentro de mim. É só isso que me consola mesmo, pq só Ele sabe o que poderá acontecer. Preciso permanecer firme no SEnhor DEus e me lembrar de tantas vezes que Ele falou comigo que meu lugar não é lá dentro da ICM.
    No tempo do Senhor virá a minha resposta, eu creio!
    Boa semana! Deus nos abençoe sempre!

  5. Cavaleiro Veloz disse:

    Amada irmã Luiza Reis, graça e paz em Cristo Jesus.
     
    A elite icemita governante, infelizmente, entregou-se à enganação da linguagem do não-pensamento e a interesses pessoais. A dominação monárquica é quadragenária e pseudocarismática. Anda ao redor de erros. As provas estão ai. Com o famoso ossorrevelô ela manipula os inferiores enquanto o corporativismo esconde e protege o clero superior. O clamor é de milhares e de todos os lados.
     
    A elite espalhou o medo. Medo de pecar contra a OBRA, medo de pecar contra o clamor pelo sangue de Jesus, medo de pecar contra a doutrina revelada, medo de pecar contra o Espírito Santo. Medo… medo… medo e o estardalhaço: “Não toqueis nos meus ungidos”. Meu Deus: esta frase é distorcida e proposital “pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência,” (1 Tm. 4.2). O ambiente é de instigação ao ódio religioso.

    Entre eles não mais se vê o “amor que procede de coração puro e de consciência boa, e de fé sem hipocrisia” (1 Tm. 1.5). Deste modo, denunciamos o erro em que estão mergulhados. E é com insistência e oração perseverante que me esforço, dia a dia, na esperança de que se arrependam e retornem ao primeiro amor. Mas entendo que é este arrependimento é individual, pois a instituição já tomou o rumo da apostasia que é rebelião. Eles perderam a visa do que vem a ser a “igreja de Deus… corpo de Cristo” (1 Co. 1.2; 12.27), conforme esbocei neste artigo.
     
    Está ficando muito perigoso continuar crendo em doutrina revelada, mensagem revelada e palavra revelada nas feições do falso profetismo em que a Maranata mergulhou. Esta empulhação ofende a família. Não bastasse amontoarem erros e imposições, neste contexto as esposas (e filhos) sofrem o desprezo e o desamor dos maridos sempre subordinados aos quefazeres religiosos.
     
    Luiza, não é de admirar que o falso profetismo surja entre eles como expressão de consciência individual já morta pelo pecado. Loucura! Não pedem perdão. Nunca se condenam pelos erros que comentem. O chefe religioso discrimina os subalternos, espalha o ódio religioso e não lhe pesa o coração (e a reputação), pois proclama: a Maranata não precisa de você: Vá embora! O orgulho religioso enraíza o sentimento de superioridade. Os emissários da monarquia fazem o mesmo, pois não passam de cúmplices do sistema. Quanto desprezo!

    Neste contexto, o meu canto é de dores. O meu desejo é ajudar na compreensão do Mal que se aproxima e motivar os leitores ocasionais e os seguidores deste SITE para que livrem, desses Hamãs, a todos quantos possam.

    Nesses casos de amados familiares presos na enganação, o nosso recurso é o amor constante pela família e oração perseverante.
     
    Quanto a se filiar como membro, a ninguém aconselho (mas cada um tem liberdade de decisão.) É como dar um passo atrás e ser cúmplice com os erros. Fica difícil retroceder…
     
    Receba esta palavra em seu coração: “É na vossa perseverança que ganhareis a vossa alma.” (Lc. 21.19).

    Resta-nos a firmeza na fé, na graça, na paciência e na perseverança.
     
    Sei que Deus abrirá os olhos de seu marido e de milhares de outros maridos que estão na mesma enganação.
     
    No amor de Jesus.
     
    CV.

  6. Maria das Dores disse:

    Mais de 15 anos de “Obra”.
    http://renatopompeu.blogspot.com/2010/09/igreja-maranata.html

    Defendia esta igreja com o mais puro e genuino amor. Tudo me era favor’avel na vida, principalmente minha condicao financeira. At’e cair meus rendimentos, meus bens se perderem na tentativa de ajudar minha familia a se manter de pe e unida. Entao conheci de fato o que eu vivia. Uma farsa. O amor e respeito por mim sumiram na medida que meus bens se foram. Ate nao sobrar nada. Nem bens, nem familia, e claro, nem dinheiro. Conheci os dois lados.

    Posso falar com experiencia propria, infelizmente. Por seguir “orientacoes” que me levaram a ruina, hoje eu nao consigo mais me encaixar em igreja alguma. Eu disse igreja, eu nao disse na presenca de Deus. Vc pode tudo na ICM se vc tiver prestigio, poder, ou dinheiro, mas se nao tiver nenhum deles nao pode deixar de seguir o livro que foi incluso `a Biblia deles, que ‘e o livro das “orientacoes”. Sao “mandados” de quem pode – inquestionaveis – aos membros que teem juizo obedecem, esta ‘e a maxima alardeada aos 4 cantos nos seminarios e vivida na pratica pelos nao-pensantes… como eu…

    Lamento por ter descoberto isto tao tarde, tao depois de tudo que eu tinha se perder. Hoje junto a duras penas os cacos do que ‘e minha familia e minha sanidade mental e as tenho entregado aos cuidados do Pai, nao ouco a nenhum pastor homem falho como eu. Nao ouca vc tb, maldito o homem que confia no homem, maldito! Eh Deus quem nos avisou isto em Sua palavra, nao duvide!

    Mas ‘e ledo engano achar que estas palavras convencem alguem a ter caltela com a ICM, eu nao as escutaria no comeco, o cerco – circo – ‘e muito bem tracado para os incaltos nao crerem.

    Va la e viva tudo intensamente. Oxala vc enha mais sorte…

  7. Elias disse:

    Olá, irmã  Maria das Dores!

    Vou ser realista mas com o propósito de te ajudar, e o que eu vou dizer aqui serve para muitos como você; Como eu mesmo que fiquei 20 anos na ICM.

    O que você está vivendo hoje(e o que eu tambem viví) é uma falência espiritual, por ter adquirido “bens” sem valor; “bens” que você comprou cegamente pelo simples fato de colocar de lado a Bíblia. Mas você deve dizer: “Eu lia a Bíblia!” E eu digo: Lia, mas não examinava NELA o que estava sendo oferecido a você. Só a usava para confirmar nesta mesma Bíblia as heresias que lhe eram oferecidas. Como assim? Respondo: Acolhendo versículos isolados, que em nada tem à ver com a Sã Doutrina.

    Neste erro Maria você(nós) teve(tivemos) culpa tambem junto com a ICM. Porque, se por um lado ela não te envolveu na Sã Doutrina, por outro, ela mesma nunca te impediu de ler as Escrituras. Este erro Maria muitos ainda estão cometendo dentro e fora da I CM, se alimentando com alimento entregue sem examinar nas Escrituras o que lhe é apresentado.

    Não precisa ter medo de ir pra uma outra denominação. Basta não cometer o mesmo erro de novo, mas sim, examinando tudo e retendo o bem, como nos ensinou o Apóstolo Paulo.

    Que Deus te abençoe e lhe conceda a oportunidade de recomeçar com uma nova mentalidade; não se PRECIPITANDO a crer e nem a rejeitar o que lhe é oferecido. Mas aferindo tudo nas escrituras.

    Amem? Fique com Deus!

  8. Pingback: O Começo do Fim

  9. graci disse:

    Estava vendo uns sites e, achei muito estranho o conteúdo de um chamado Hadérech o caminho,é sobre judaismo e nele contém estudos da icm, pregações do Gedelti, dá para acessar a rádio Trombetas, aqueles estudos sobre a quarta trombeta, toda a doutrina da icm.O mais estranho é que tem pregações e assuntos de outras igrejas, tipo bem eclético mas enfatizando o judaísmo e a retomada das leis.Não entendi, a maranata não vive falando que é a igreja dos últimos tempos,que nenhuma outra é boa como eles? Uma coisa eles tem em comum com o judaismo,o resgate das leis e a idolatria das coisas que tipificam o templo.Você sabe de algo a respeito C V? 

    Olá, Graci
    Acabei de ler o comentário. Há tempo li algo sobre esse artigo elaborado por alguém da ICM. Alguns o copiaram, oferecendo espaço em Blogs etc.
    No mais, sem novidades. O artigo da ICM, como sempre, é tendencioso
    Paz.

  10. Ireneu disse:

    Entre as pessoas que conheço, não vi uma afirmar com propriedade e fundamentação de que estava aprovando essa presepada de transmissão por satélite.

    Só falam a frase feita: “É uma benção, varão!”

    – Que mais?

    – “Foi uma benção, varão! O pastor lá… falando… Um novo momento… um momento profético… porque a Obra é dinâmica…”

    – E…

    – “E… que é uma benção, varão?!”

    – Que mais?

    – “Religião não presta e a Obra salva!”

    – Que mais?

    – “A Obra é tudo!”

    – Ah, tá! Tá gostando, então?

    – “Sim. É uma benção, varão! A Obra é dinâmica!”
     
    Conclusão:

    São forçados a ir!

    São forçados a ir para não serem taxados!

    São forçados a ir par não se sentirem inseguros!

    São forçados a ir para se sentirem com crédito com Deus!

    São forçados a ir para se sentirem justificados perante Deus!

    São forçados a ir para não caírem em descrédito como um valente da Obra!

    São forçados a ir para não serem discriminados!

    São forçados a ir para não serem julgados!

    São forçados a ir porque são cobrados pelos líderes!

    São forçados a ir, com um sorriso fingido que está gostando, para não perder suas funções!

    São forçados a ir porque são covardes, que amam muito mais a glória dos homens do que a glória de Deus, em tese.

    Que vida deplorável!

    Quanta hipocrisia!

    Quanta falsidade!

    Convertam-se ao Evangelho, seus tímidos!

  11. Pingback: “muita coisa está errada dentro desta igreja”

  12. Roberto disse:

    Discriminação ? Entendo que toda igreja tem sua doutrina, por exemplo na Deus é Amor mulher que corta cabelo não pode ser usada, na assembléia de Deus dependendo do ministério só é batizado com o Espirito Santo se você fala em línguas, e se você errar é colocado em disciplina. Ou seja isso é discriminação ?
    Cada denominação tem sua doutrina, quem não consegue se encaixar deve ir em busca daquilo que é mais excelente para si,o que eu acho discriminação é a constituição dizer que todos tem direito a saúda, CONFORME A CARTA MAGNA, e muitos passarem fome, crianças não terem escola, isso é discriminação do estado para com a sociedade;
    .
    .
    Olá, Roberto
    O que isso a ver com o artigo?
    Por oportuno, atualizei o artigo – NOTAS – e insisto em dizer: está ficando muito perigoso permancecer debaixo de ordens de autoridade eclesiástica em rebelião contra o Todo-Poderoso.
    Saia de cima do muro.

  13. Rodolfo disse:

    Manipulação na base do ossorrevelô

    http://videos.sapo.pt/NctUo0FWDOnwvwJspLWd

  14. Maura disse:

    Leiam o texto abaixo, e vejam se conhecem esta Obra. A grande revelação vem no final. Qualquer semelhança é mera coincidência…

    “Após o seu ingresso, em princípio irrevogável, o numerário aos poucos vai se moldando à Obra até que, em palavras do seu fundador, tenha somente o fim corporativo. É nesse moldar-se (ou anular-se) que a violência moral e espiritual se processa, lenta mas poderosamente. Toda e qualquer espontaneidade é suprimida e substituída gradativamente pelo dever de servir à Obra, que é, como se pode depreender, sinônimo de servir a Deus e à Igreja. A vontade de Deus vai se manifestando concreta e paulatinamente ao numerário pelos diretores, que também são numerários. A obediência genérica vai sendo detalhada. Para aquele que mora nos centros da Obra, mesmo um simples telefonema aos pais será motivo de consulta, pela qual se estabelecerá a conveniência de se fazer ou não a chamada. As correspondências que chegam para o numerário são todas violadas pelos diretores, e as cartas escritas pelo numerário são lidas por esses mesmos diretores antes de lacradas nos envelopes e enviadas. O numerário vai descobrindo, assim, pouco a pouco, em que consiste ter dito sim a Deus. Trata-se de ter dito um sim definitivo à Obra, sempre, em qualquer assunto, pois nela “não existem desobediências pequenas” e já não existe uma vida propriamente individual.

    A coerção exercida dentro da Obra, que consiste em fazer com que uma pessoa realize “livremente” e com “alegria”, mesmo não querendo, mesmo chorando, mesmo amargurada e aflita, o que lhe é ordenado, sempre em nome de Deus, é a mais sofisticada e brutal forma de manipulação perpetrada contra a dignidade humana. É uma coação, digamos assim, limpa e sem marcas, na qual não é necessária a força ou a tortura física. Os diretores assumem, perante o numerário, uma dignidade divina. Os diretores devem ser obedecidos sem pestanejar, e os que obedecem terão de dizer que obedecem porque queriam e querem sempre obedecer.

    O Opus Dei é uma máquina manipuladora perfeita, perversa, sugadora da individualidade e da liberdade de seus membros e só poderá ser detida ou reformada se pessoas decentes dentro da Obra se revoltarem e não aceitarem as loucuras que dizem ser vontade de Deus.”
    .
    .
    Artigo completo em

    http://www.usp.br/jorusp/arquivo/2005/jusp741/pag14.htm

    CV.

  15. ovelha ferida disse:

    Irmãos a paz do Senhor.

    Lendo todos os comentários postados, achei sensacional as colocações feitas pelos irmãos que trabalham com computadores.

    Teve um comentário que disse que o gg não ama e instiga o ódio. Então eu fiquei pensando: será que ele acha que vai entrar no céu? Os dois mandamentos do Senhor Jesus: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Ele não sabe disso? Ele que fala da Biblia nos manaains, esse homem é doido e só pode ter parte com o adversário. Não tem lógica quanta maldade numa pessoa só. E quantos trouxas que estão apoiando essa criatura.

    Outra coisa que eu li: as maldiçoes impetradas por ele. Tudo que eu plantar vou colher. Tudo que eu com a minha boca falar e desejar terá um retorno. Não é assim? Será que ele não parou para pensar na famosa lei do retorno? Os retirantes sofreram e hoje são livres para servir ao Senhor e não a um grupinho de lobos disfarçados de cordeiros(pastores) que ao invés de cuidar das ovelhas só as ferem e matam até.

    Glorifico a Deus pela existência do CV. Quantas vidas que lêem esse blog e tem suas feridas cuidadas, suas almas tratadas pela palavra verdadeira do Senhor Jesus. Quantos lares restaurados. Que a justiça não demore e que essa sujeirada toda venha a público para aqueles que são dominados por esses falsos pastores sejam libertos da escravidão e do julgo pesado de gg.

    Recentemente, perdi um irmão que tinha 43 anos. A minha mãe é dessa seita e por muito tempo venho falando com ela acerca da verdade em relação a tudo que acontece nesse lugar. Com isso ela ficou triste e confusa. Mas voltando ao fato de ter perdido meu irmão, deixo aqui manifesto a falta de assistência para com minha mãe.

    A dor da perda de um ente querido é insuportável e ela não teve e nem tem tido a assistência para que a dor diminua um pouco. Ela me disse que está difícil que ela vai ao culto e só chora. Cadê a assistencia, o amor etc,etc,etc. Só balela… se ela tivesse dinheiro, bens, seria diferente. estariam lá cuidando dela, mas ela não é rica.

    É hipócrita demais. A minha dor além da perda é que ela continua indo nesse lugar. Meu pai graças a Deus nem chegou a ficar lá por que ele percebeu que tinha alguma coisa estranha naquele lugar.

    Então deixo aqui meu desabafo. Ah! Outro questionamento que ela fez foi consernente ao papel do dizimo que agora é doação. Eu falei com ela para perguntar para o responsável e pedir uma explicação. Provavelmente eles vão falar que o senhorrevelô. É triste e dificil de aguentar.

    Desejo a todos um resto de ano feliz com seus familiares e um ano abençoado sem esse julgo pesado. A paz do Senhor Jesus a todos.

  16. Pingback: É O QUE FALTAVA: O VOTO DE CABRESTO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s