Absorver a Obra: eis a questão!

 

 Caminhos de pastos secos (que tristeza!) e o berrante do construtor de heresias desperta a maranada para mais um dia de servidão: Todos os que absorvem a OBRA são aqueles que serão usados! Caso algum beato icemita (que sonha ser dono de rebanho) não absorva o ensino introjetado nas unidades locais, nos cultos proféticos e nos seminários da Obra, o mandante do rebanho rugirá: Toma o que é teu e retira-te. Leva contigo: críticas, argumentos, teologias, cultura, prepotência, acusações e etc. (Cf. MENSAGEM DO SÉTIMO PERÍODO, 2007, p. 10-11)

Como droga estupefaciente, a formatação faz parte do projeto de salvação dos que serão usados como servos da Obra… e dura muitos anos. Demais, a absorção de Obra (algo que faz segredos de coisas insignificantes) é exigida como condição de formatação inconsciente do eu-icemítico facilmente manipulável e obediente ao sistema (espero que V. tenha entendi esta frase). Impaciente como sempre, o mestre dos mestres não permite perguntas e questionamentos; mas não percebe que  ele implodiu a ICM-PES e de nada vale esconder insignificâncias, intitulando-as de mistérios da Obra Revelada.

Desde que as cercas foram rompidas, as estradas estão cheias de centenas de retirantes: doentes de mantras maranáticos, doentes de meias verdades, doentes de mentiras, doentes de profetadas, revelagens e sonhos vãos…

Devemos compreender o emprego da expressão absorvem a OBRA, o desnudar da erronia generalizada  e as consequências das feridas e mazelas provenintes do sistema, devido ao fato incontestável de que em nenhuma hipótese será admitida a não-absorção da doutrina revelada (1); caso contrário, não se forma a mentalidade (conduta) de Obra na mente de cada servo da Obra. Faça um favor a sua alma e entenda isto, porquanto é longo o processo de retirada da servidão.

Então, a descoberta do escondido além das cortinas escuras exige que honestamente perguntemos: o que estava na mente do mestre-primaz ao escrever essa apostila e empregar a expressão absorvem a OBRA? Logo descobriremos que esta introjeção é mandamental, mesmo porque continua inquestionável o mistério da Obra conduzindo a outro mistério da Obra: o poder do chefe eclesiástico nunca deve ser subestimado… e mais: o tempo corre contra os retirantes…

Evidentemente, a expressão absorvem a OBRA merece a devida atenção no enfoque da compulsão à repetição, porquanto o mestre-mor recorda e repete a doutrina revelada e a cada dia o mistério da Obra fica mais sofisticado. Motu perpetuo. Nunca se esqueça destas expressões no processo de formação de cada capítulo da doutrina revelada: compulsão à recordação, repetição e sofisticação no encadeamento das alegorias, espiritualizações de frases isoladas do conteúdo e do contexto do Livro Sagrado. Porquanto é deste modo  que as  idéias humanas incorporam o chamado  projeto de salvação. Por conseguinte, entenda as dificuldades enfrentadas pelos retirantes, a fim de finalmente, serem salvos da servidão.

Felizmente, até a intuição nos credencia a dizer, que a expressão absorvem a OBRA começa no contexto da dissimulada linguagem do não-pensamento com que os crédulos engolem a doutrina revelada… e ficam felizes; mas nunca pensam. Leia o artigo indicado. Pense nisto.

Infelizmente, este ardiloso não-pensar IMPEDE a compreensão de  aspectos da doutrina revelada confrontados com criterioso exame do Livro Santo no contexto da Nova Aliança. Iste impedimento é grave, irmãos. No entanto, é assim que a monarquia movimenta os negócios, os seminários da Obra e trabalha, sem que a membresia desconfie que o jargão mistérios da Obra inclui princípios da psicologia de recordação, repetição, sofisticação e treinamento.

Neste enquadre, caso o chefe icemita muito religioso invente mais um capítulo de doutrina revelada, o faz com a astúcia da linguagem do não-pensamento, ciente de que imediatamente algum membro da elite apresente profetada ou revelagem confirmando o que ele disse. O encadeamento da hierarquia monárquica obriga a obediente prontidão dos servos da Obra nessa pronta-resposta, pois foram formatados para fechar cerco em proteção à doutrina revelada. Ora, entre eles está em vigor o implacável mandamento: “Não toqueis nos meus ungidos.” Portanto, o formatado icemita está ciente de que, dentro das cercas de arames farpados nada de perguntas e muito menos de questionamentos. Regimento interno? Pra quê?!!

No entanto, a doutrina revelada estabelece o conceito de que o DON (Doutrinas, Orientações e Normas do Presbitério cf. arts. 5º e 25 do Estatuto da ICM-PES é inquestionável mistério da Obra que veio da eternidade, onde os meios de graça resultam de revelação. Isto não faz sentido, alguém dirá e concordamos; pois, quando o Novo Testamento menciona a “doutrina dos apóstolos” (gr. διδαχη των αποστολων – At. 2.42 – TR), fala do que é fidedigno e fundamental para a “igreja de Deus… corpo de Cristo” (1 Co. 1.2; 12.27), esta sim! mistério de Deus, poder de Deus e sabedoria de Deus. Portanto, nenhuma relação existe entre a “doutrina dos apóstolos” e a doutrina revelada do eclesiasticismo filosófico institucionalizado na ICM-OBRA na base de empulhação.

Neste contexto, quando o mestre-primaz escreve e reescreve as lições para os discípulos, ele demora em cada espiritualização de frases das Escrituras Sagradas. Cada assunto apresentado, recordado, repetido e sofisticado objetiva a obediência dos servos da Obra. Definitivamente! Nada foge destas paredes de pedras  e do contexto da doutrina revelada formatadora dos obedientes servos da Obra. O esforço é para o erro.

Nunca duvide da habilidade e inteligência do mestre-mor neste propósito, sem o que a expressão absorvem a OBRA perde o seu sentido. Os formatados icemitas não mais pensam e apenas louvam a Obra Maravilhosa; porque o entretenimento deles é mantido com a linguagem do não-pensamento que dá asas ao falso profetismo. Pensem: enquanto o mágico-mor joga os malabares, os boquiabertos icemitas exclamam: OBRA MARAVILHOSA!

O gedeltismo implodiu a denominação eclesiástica disfarçada em monarquia pseudocarismática e quadragenária: a igreja-do-jeito-que-o-chefe-quer. O que se deseja com a ardilosa doutrina revelada além da letra, é que os crentes icemitas estejam livres de pensamentos próprios.

Preste atenção ao emprego do verbo absorver na expressão absorvem a OBRA. Os dicionários nos dão o significado de absorver (lat. absorbere): embeber em si; recolher em si; sorver. Enquanto escrevia a apostila, o mestre dos mestres imaginava a doutrina revelada como:

  • 1) água celestial que veio da eternidade aos carentes, miseráveis e sedentos dos mistérios da Obra além da letra;
  • 2) a derradeira fronteira da espiritualidade gloriosa e imutável pensamento que doa a doutrina revelada aos servos da Obra;
  • 3) algo que somente o bispo-monarca pode ministrar;
  • 4) o destilar dos favos de mel mais desejáveis que o ouro puro e refinado;
  • 5) o desvendar da Bíblia além da letra (algo dissimulador, hererodoxo, proprios dos mandraques religiosos).

O insinuante poder da linguagem do não-pensamento, diante das convicções do formatado como servo da Obra, escancara aberturas de alucinações em direção ao falso profetismo. Nada obstante, este não-pensarintrojeta na mente dos beatos e dos bobos da corte palaciana o que está além da letra, claramente e definitivamente distorcido da linguagem das Escrituras Sagradas. Entenda o ardil, o engodo instalado na mente daquele que não-pensa: o costumeiramente distorcido e imaginável além da letra foge ao controle do mestre-mor, que nunca obedece às regras de Hermenêutica enquanto estimula a imitação; porquanto isto que ele faz torna-se o modelo, o paradigma dos valetes (escrevi valetes) que o imitam. Então, com augusta autoridade eclesiástica de formador de opinião religiosa ele ordena:

  • Cada servo da Obra deve EMBEBER EM SI a doutrina revelada (formada na base de alegorias, espiritualizações de frases das Escrituras e idéias que sempre guiaram o monarca quadragenário), assim como o soldado embebeu a esponja de vinagre e estendeu o caniço ao crucificado.
  • Cada servo da Obra deve RECOLHER EM SI o DON (emanado do mais alto da corte maranática), guardando-o no mais íntimo do coração e mente, preservando-o como um grande e precioso tesouro – uma pérola de grande valor.
  • Cada servo da Obra deve SER DESPOJADO DE PENSAR POR SI MESMO, despojado de questionamento, esvaziado do intelecto, da razão e da vontade; para SORVER tudo o que é ensinado nos seminários da Obra assim como alguém bebe aos sorvos (goles) algo que o embriagará com esperanças no porvir.

No contexto de esquizofrenia religosa não se formatam icemitas e obreiros sem compulsão à repetição. Ou melhor: o chefe religioso quer evitar o desprazer de não conseguir grande multidão de servos da Obra. No final da vida acaba em frustração o que deveria ser prazer. Tédio!

O alvo é facilitar a introjeção (2) da mentalidade (conduta individual) de Obra em cada um dos servos da Obra como poder de submissão; mas atenção! este não é o poder de Deus. Ora, o icemita está formatado no poder persuasivo de religiosidade sutil que dispensa a ardente e bíblica “fé em Jesus”. Portanto, diante do fato de que na frase absorvem a OBRA a ação verbal está no presente do indicativo, o desígnio inconsciente na construção da doutrina revelada é embebedar os beatos com alegorias, ambigüidades, e espiritualização de frases das Escrituras (base das heresias que escoam do palácio da rainha desfigurada).

Porém, a introjeção é investida contra liberdade de crer (exercer fé) em Jesus e de pensar os pensamentos de Deus, conforme expostos no Livro Santo. E daí? Não é o que se pretende com a linguagem do não-pensamento? Não é o que se pretende com o pior dos capítulos da HERESIA ICEMITA?  Não é o que se pretende com a Mensagem para Pastores disposta a fechar as bocas e mentes dos que fazem perguntas sinceras e dos questionadores?

Pois estejam certos de que, dominadores dos rebanhos de Deus agem assim mesmo. O gedeltismo impôs o medo na mente dos obedientes servos da Obra como padrão de espiritualidade religiosa e sectarista; e depois de incutir o medo, o monarca proclama: estes serão usados. Portanto, a Obra é exaltada como a Igreja Fiel em detrimento do que o mestre-primaz denomina de Mescla, ou seja: as demais denominações evangélicas que ele considera mistura com profanas religiões.

Por conseguinte, a doutrina revelada introjetada na mente do servo da Obra age inconscientemente nas vinte e quatro horas de cada dia; e faz o formatado expressar a espiritualidade com o costumeiro maranatês. Loucura! Não é de admirar que, as frases introjetadas na mente dos crentes icemitas impedem o ato de agir biblicamente com liberdade . Os icemitas estão impedidos de pensar os pensamentos de Deus… e acham que pensam.

Por oportuno, de diversas apostilhas e matérias difundidas nos Maanain’s, como parte do Corpo da Obra e do aperfeiçoamento dos dons (aburdo inexplicável), citaremos alguns jargões que descem das escadarias do palácio da rainha desfigurada:

  • A diferença desta Obra é que o Senhor fala aqui, não é como a Mescla.
  • A ICM é a Obra o resto é manobra e sobra.
  • A Obra é filho único.
  • A Obra é minha vida, a minha vida é a Obra.
  • A Obra não pode ser exposta.
  • A religião vive a letra, esta Obra vive além da letra.
  • Esta Obra conhece a revelação, tem culto-profético, madrugada etc.
  • Esta Obra é completa, perfeita e revelada: não tem dedo do homem.
  • Esta Obra é dinâmica, caminha na velocidade da luz, vive o projeto de salvação.
  • Esta Obra é do Espírito, não é obra de homens como na religião.
  • Esta Obra é nossa locomotiva para a eternidade.
  • Esta Obra é para valentes, não queremos covardes. Pode sair.
  • Esta Obra é profética, o Senhor fala só aqui.
  • Esta Obra é tudo para nós, devemos dar a vida por ela.
  • Esta Obra Preciosa é a menina dos olhos de Deus.
  • Esta Obra Preciosa é filha única.
  • Esta Obra vive o projeto de Deus, não vive a religião.
  • Na Obra a Doutrina é vivida no Corpo.
  • Na Obra a Palavra é Revelada.
  • Na Obra não damos lugar para o destaque do homem.
  • Na Obra não damos valor à aparência.
  • Na Obra não temos pastor famoso como nos movimentos.
  • Na Obra os pastores não recebem salário, isso é coisa da Mescla.
  • Não troco essa Obra nem pela minha família.
  • Nessa Obra Preciosa não temos teologia, temos a Palavra Revelada.
  • O que seria de nós, se não fosse essa Obra Preciosa?
  • O servo dessa Obra é nobre, são varões valentes, servas valorosas.
  • Para onde iremos nós, se sairmos dessa Obra Maravilhosa?
  • Só a Obra tem o dom da sabedoria que os movimentos carecem.
  • Só na Obra temos a revelação de Cantares de Salomão.
  • Só nessa Obra encontramos a revelação.
  • Só nessa Obra temos louvores revelados.
  • Temos a consulta à palavra, só a Obra conhece este segredo.
  • Temos os meios de graça que são segredos dessa Obra.
  • Todos os que absorvem a Obra são aqueles que serão usados.

Por oportuno, como fruto da doutrina revelada espalhando o “fogo estranho”  nas unidades locais da ICM-PES, o emprego desses jargões é manipulador e opressor. Pelo oposto, o propósito do “evangelho da graça de Deus” é absolutamente diferente, oportunizando a nossa liberdade de expressão.

Portanto, absorver a Obra é coisa de dominadores do rebanho. Iludidos com a linguagem do não-pensamento que fundamenta mais heresias confirmadas com o falso profetismo, o erro cresce como fogo em palha seca e destrói pessoas. Observe e pense. Os erros se amontoam… e os retirantes enchem as estradas…

 Pressentimentos não devem ser ignorados.

Conclusão

Escribas, fariseus e saduceus ensinavam ao povo doutrinas erradas aprendidas com ocultistas e o afastavam da adoração sincera e verdadeira. Isto foi alvo da preocupação do Mestre. Jesus acusou os religiosos da Sua época de ensinar “doutrinas que são preceitos de homens” ao invés de aclarar as Escrituras de Moisés e os Profetas. Leia (Mc. 7. 6-7):

“Respondeu-lhe: Bem profetizou Isaías a respeito de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. Em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens”.

Observem a frase:

“Então, entenderam que não lhes dissera que se acautelassem do fermento de pães, mas da doutrina dos fariseus e dos saduceus”.

O que isso quer dizer?

Eram doutrinas fora do que o Eterno havia dito e reiterado; mas os chefes religiosos, muitos deles ocultistas e presos à Cabala aprendida dos magos babilônios ao tempo no cativeiro, eram os mais interessados em que não houvesse mudança na mente dos escravos do Judaísmo mantido pelo Sinédrio de Jerusalém. Por conseguinte, astutamente planejavam a morte de Jesus (Jo. 5.18; 7.1; 11.53) e conseguiram matá-Lo. Com o apóstolo Paulo aconteceu o mesmo. Falsas doutrinas apareciam contaminando os crentes, levando muitos a se desviarem do verdadeiro conhecimento de Deus. Insistentemente Paulo os advertia (Ef. 4.14 – ênfase nossa):

“…para que não mais sejamos como meninos, agitado de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro.”

Fisicamente formosa e muito organizada os olhos dos convidados, a artimanha doutrinária instituida pelo gedeltismo na ICM-PES deixou-a desfigurada – entendam – como quem joga ácido sulfúrico na face da amante. Mas o chefe muito religioso e mestre-profeta dissimula, inventa novidades, não se dá contas dos erros e reitera: A Igreja Primitiva, a experiência dela, está viva no nosso meio hoje. Há alguns pequenos pontos que estão sendo acrescentados e a cada dia que passa, nós ficamos mais iguais com a Igreja Primitiva. E quer que acreditemos que ele nos ama. E se enfurece na solidão do palácio da rainha desfigurada…

O recurso do enforcado é espernear.

O projeto de salvação proclama: absorvam a OBRA! O que significa: encham a mente do que o gedeltismo manda, do jeito que ele manda e não pensem; ou escutarão os exigentes gritos palacianos: a Obra não precisa de você!… pra fora!… VÁ EMBORA!

Os anátemas entram na mente e no coração dos desesperados e dos neótifos, quais ferretes incandecentes, culpando-os de blasfêmia contra o Espírito Santo se não obedecerem.

Os retirantes se entregam a esses desesperos inconscientemente reprimidos: na memória a pecha de caído da Obra e o diploma de servo inútil pendurado no pescoço! Só Deus sabe quando ficarão libertos das feridas recebidas nesse lugar que deveria ser de exercício da “fé em Jesus”.

Reitero a declaração da Escritura Sagrada (Tg. 4.16): “Toda jactância semelhante a essa é maligna.” Certamente, a doutrina revelada além da letra cimenta a esquizofrenia religiosa que entorpece a mente dos icemitas. Diáconos, obreiros, pastores e professaores de seminários que não examinam as Escrituras, nem exercem fé no poder de Deus, nem obedecem ao que Deus disse, do jeito que Ele disse, ofendem o mandamento de Cristo Jesus (Mt. 22.29; 2 Pe. 2.1-3 – RA-SBB):

“Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus.”

“Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme.”

Se andar na “constancia de Cristo” (2 Ts. 3.5), depende de abandonar o erro e exercer a “fé em Jesus Cristo” (cf. Rm. 3.21-26), estaremos na mesma condição de despertamento dos antigos crentes judeus; porquanto, considerando esta condição de despertamento, Jesus lhes disse (Jo. 8.31-32,36):

“Se vós permancerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará… Se, pois, o Filho vos libertar, sereis livres.”

Seja honesto consigo mesmo e entenda a enganação lançada no rosto: durante os anos de frequência a cultos proféticos e a Seminários da Obra a mente fica inconscientemente invadida com as marcas da obstinação e persistente resistência ao Espírito Santo (apesar de achar que isto é culto devido ao Senhor). Ora, considerando que o instinto é um impulso à condição de retorno à liberdade, o melhor caminho é escolher a VERDADE; mesmo porque, a enganação age como escuridão, onde espíritos de engano se escondem, saem e voltam. Por oportuno, entenda a revelação que Jesus disse, do jeito que Ele disse (Mt. 12.43-45):

“Quando o espírito imundo sai do homem, anda por lugares áridos procurando repouso, porém não encontra.

Por isso, diz: Voltarei para minha casa donde saí. E, tendo voltado, a encontra vazia, varrida e ornamentada.

Então, vai e leva consigo outros sete espíritos, piores do que ele, e, entrando, habitam ali; e o último estado daquele homem torna-se pior do que o primeiro. Assim também acontecerá a esta geração perversa.”

Sim! Infelizmente, o icemita imagina que a condição de servo da Obra, ou estar na Obra, ou ser da Obra, ou sou da Obra, constitui-se a exclusiva, maravilhosa e misteriosa proteção do eu-icemítico. Ora, isto é apostasia, cujo contexto é de esquizofrenia religiosa; e ninguém precisa “consultar” para correr dos enganos dos mestres e dos pastores pseudocarismáticos.

Sim! Falando honestamente, até a intuição expõe aos olhos o certo e o errado. Para que os fariseus icemitas comecem a  pensar os pensamentos de Deus é necessário que as escamas caiam dos olhos. Portanto, está faltando ATITUDE.

Tenho por firme, que a porção das Escrituras que RECUSAMOS, é sempre aquela que nos torna INÚTEIS PARA O REINO DE DEUS. Cristão, escreva isto em seu espírito e esteja certo desta máxima. Dispensa demonstração por ser escrituristicamente verdadeira. Sua consciência já falou ai dentro do coração.

Você não precisa concordar comigo. Porém, NUNCA poderá dizer: ninguém me avisou.

NOTAS

Frases em itálico aparecem em apostilas e aulas nos seminarios da ICM-PES. Frases em itálico entre aspas pertencem à Versão Almeida, SBB ou outra indicada.

(1) – A expressão doutrina revelada (e equivalentes) é bastante comum nas seitas: adventistas, cristadelfianos, mórmons, russelitas (testemunhas-de-jeová) e outras. Na ICM-PES é empregada no contexto enigmático de mistérios da Obra Revelada.

(2) – Aurélio: Introjeção [Do ingl. Introjection.] Substantivo feminino. Psican. Mecanismo psicológico pelo qual um indivíduo, inconscientemente, se apossa de um fato, ou de uma característica alheia, tornando-o(s) parte de si mesmo, ou volta contra si mesmo a hostilidade sentida por outrem.

“E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que sejais ricos de esperança no poder do Espírito Santo.” (Rm. 15.13)

Sobre cavaleiroveloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória
Esse post foi publicado em Acorda, Maranata!, As Lágrimas dos Santos, BOM DIA!, Denunciar é preciso, Destruindo maldições, Vivendo "igreja de Deus...corpo de Cristo". Bookmark o link permanente.

61 respostas para Absorver a Obra: eis a questão!

  1. Elias disse:

    Estas palavras são como águas caindo em pedra. Quantos irmãos icemitas estão aí “pararaiando” estas informações mas resistindo firmemente o combate destas águas em suas mentes petrificadas pela enganosa “mentalidade de obra”, formada durante sua equivocada estadia nesta “obra maravilhosa”. Se depender de nós esta fonte não vai se secar, e as águas da sã doutrina apostólica vão continuar caindo, combatendo esta pedreira construida pelos arquitetos da obra.

    A Paz do Senhor a todos!! 

  2. Cavaleiro Veloz disse:

    Ao escrever o artigo, dediquei-me na observação do impressionante RETIRANTES de Cândido Portinari representando o povo nordestino em meio aos seus sofrimentos. Necessidade de abandonar a casa de nascimento, o campo onde plantavam, olhos secos de rezas por chuvas e o pasto seco.
     
    Cores de dores, amarelo, cinza e vermelho; cores de areia, ocre, preto, terra e verde; e cargas pequenas do branco… amenizando a miséria, como a lágrima por descanso da dor e suspiro por vida.
     
    Das cinco crianças esqueléticas aparece uma com o corpo deformado e outra com barriga-d’água. Doenças intestinais que se fartam da desnutrição e fome e miséria e morte.
     
    Família de nove pessoas, famílias das dores, milhares em retiradas…
     
    No alto os urubus esperando a vez. No centro a mulher nordestina: na alma o sofrimento, na sacola a esperança fugidia a passo e passo, no colo a criança deformada e magrela, por cima o peso da trouxa. Os corpos como de impressionantes moribundos… Os dois homens carregam a dureza e marcas de ossos como que sem pele…

    Retirantes fugindo da morte que os persegue nas andanças, nas fomes, nas sedes, nos sonos e nos temores e tormentos. Tudo é desgraça, dor e tragédia em vida.
    Servidão ao sofrimento (quem lê entenda).

  3. graci disse:

    Hoje,domingo,acordei lembrando de muitas escolas dominicais onde ensinavam que a obra é santa e traziam aquela conhecida palavra “guarda o teu pé quando entrares na casa de Deus”,exigindo que todos entendessem que Deus habitava ali e por isso tínhamos que nos comportar de forma robótica e não poderíamos dizer o que pensávamos sobre as coisas ditas pois ali não havia lugar para ‘eu acho”.

    Quando Jesus deu sua vida por nós,o véu do tabernáculo se rasgou dando assim,acesso ao Pai.Não precisamos mais de sacerdotes para chegar a Deus,o caminho foi aberto para sempre.Não precisamos de uma” obra maravilhosa” que ressucita a lei e ignora a graça  para sermos guiados por Jesus.

    Quando as pessoas vão abrir os olhos? As “revelações” MUDAM a todo instante e as pessoas não percebem que Deus não é tão indeciso assim ,na verdade quem não sabe o que fazer são os chefões que não são honestos o suficiente para dizer: “erramos,vamos tentar corrigir”…alegando sempre que é uma “nova revelação,afinal,a obra é dinâmica”.

    Eu diria que é uma nova enganação,e assim caminha a icm,rumo a não sei onde.
    ….

    Amada graci,
    Infelizmente, a elite das elites da ICM-PES empurrou esta denominação para o BECO SEM SAIDA. Deixei isto bem claro em
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/08/beco-sem-saida/

    Que tristeza!

    Sê forte, amada. Anime os abatidos, console os desesperados, coopere conosco aqui nete MINISTÉRIO com seus comentários, sempre oportunos.

    SHALLOM!

  4. Rodolfo Cavalcante disse:

    #
    Concordo com o Elias: Se depender de nós esta fonte não vai se secar, e as águas da sã doutrina apostólica vão continuar caindo, combatendo esta pedreira construida pelos arquitetos da obra.
    #
    Concordo com a Graci: Não precisamos de uma “obra maravilhosa” que ressuscita a Lei de Moisés e ignora a Graça de Deus para sermos guiados por Jesus. Quando as pessoas vão abrir os olhos?
    #
    Para o crente iludido a decisão é individual e tem volta: ARREPENDEI-VOS! Para a monarquia icemista como instituição religiosa NÃO TEM VOLTA. Com João Batista começou a ruptura com o Judaísmo e a coisa ficou definida com a morte e ressurreição de Jesus. Com o Pentecostes até sacerdotes entenderam o sacrifício do Cordeiro de Deus inaugurando a Nova Aliança. Então, deixaram o antigo Judaísmo e entraram no PENTECOSTES VERDADEIRO

    Mas o ge(deus)ti inventou uma coisa enfadonha e esquisita, um pentecobrático religioso que impede a ação do Evangelho Libertador do jugo da Religião. Sai da Maranta porque a Maranata virou RELIGIÃO. O chefe grita: “Obra é filho único… quem sair dessa Onra não leva Jesus e o Espírito Santo”… Agora eles são donos de Jesus e do Espírito Santo… Isto é EXCLUSIVISMO, SECTARISMO.

    Para essa loucura não tem jeito… não tem volta…
     
    http://www.myspace.com/video/500418718/obra-icm-terror-pisicol-gico/63439156
    abriram a boca e foram estraçalhados….

    http://www.myspace.com/video/500418718/icm-obra-e-a-guerra-contra-a-raz-o/103410697
    a Obra tem uma doutrina completa…

    ACREDITE NISSO SE FOR MUITO… MUITO ZUMBI
     
    Paz
    #

  5. Maria Tânia disse:

    Por que o Sr. Cavaleiro Veloz não se identifica? Se dizendo dono da “verdade”…..
    Conheço a ICM e foi lá que conheci o Senhor Jesus, que aliás, transformou a minha vida. Em mais de 22 anos na presença de Deus, são muitas as vitórias alcançadas. Minha filha estava desenganada pelos médicos e, estando a Igreja em oração, Deus revelou que iria curá-la, e assim o fez.
    Por que, ao invés de ficar produzindo mentiras a respeito de homens que buscam realizar a vontade de Deus,  o digno “Cavaleiro Veloz” , não dedica seu precioso tempo em orar pela salvação de vidas, que ainda não tiveram o privilégio de conhecerem ao Senhor Jesus?
     

  6. Cavaleiro Veloz disse:

    Maria Tânia, graça e paz em Cristo Jesus.
     
    A DENUNCIA que fiz é das mais graves; mas V. evitou entrar no artigo e demonstrar o contrário. Como não conseguiu, a agressão apareceu logo de início e o mais fácil a fazer….

    Graças a Deus por haver conhecido a Jesus. Quanto a dizer Conheço a ICM é bem relativo, porquanto o artigo a despertou para o confronto com a realidade e V. não teve condições de contestar o que escrevi.
     
    Logo a seguir aparece a expressão mais de 22 anos na presença de Deus… são muitas as vitórias alcançadas, querendo dizer que estar na ICM é estar na presença de Deus e este é o lugar das vitórias. E isso é complicado, permitindo a pergunta: a cura de sua amada filha veio por estar na ICM ou por causa da “fé em Jesus”?
     
    Na verdade, irmã, NUNCA FOI necessário estar nessa ICM ou em qualquer outra denominação evangélica ou religião para receber DETERMINADA bênção de Deus. Nesse sentido, o cego de nascença alcançou o milagre por haver obedecido ao que Jesus mandou e deste modo pode dizer àqueles fariseus religiosos (Jo. 9.31): “Sabemos que Deus não atende a pecadores; mas, pelo contrário, se alguém teme a Deus e pratica a sua vontade, a este atende.” Interessante é que este homem nunca serviria para ser servo da Obra, ou seja, formatado pelo maranatismo: nem antes de ser curado, nem depois do milagre, porquanto testemunharia contra os fariseus icemitas e seria mais um retirante…
     
    Escute, irmã. Num debate, quando alguém procura desacreditar o autor do artigo mas não o que ele denuncia, a isto dá-se o nome: argumentum ad hominen, falacioso por natureza. Nada obstante, não falei mal de nenhum pastor. DENUNCIEI ERROS GRAVES de homens que NÃO ESTÃO REALIZANDO A VONTADE DE DEUS, mas enganam o povo.
     
    Em seu comentário V. declara que estou produzindo mentiras a respeito de homens que buscam realizar a vontade de Deus. Mas não aponta ou demonstra as mentiras. E nem explicou o que seja realizar a vontade de Deus. Por que V. não enfrentou o artigo?  Por que V. preferiu me agredir? Por que V. preferiu abrir a boca e me chamar de mentiroso?
     
    Lembre-se da Escritura (Pv. 18.21): A morte a vida estão no poder da língua. O que bem a utiliza come do seu fruto.” O apóstolo Tiago nos fala desse “poder da língua” (3.1-12) que é benfazejo quando fala o que é do agrado de Deus, mas o abuso da língua pode acarretar a morte espíritual e eterna.

    Porquanto Jesus deixou esse assunto bem claro no Sermão da Montanha (Mt. 5.21-22): “Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; e: Quem matar estará sujeito a julgamento. Eu, porém, vos digo que todo aquele que sem motivo se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo.”
     
    Você acertou num ponto: estou dedicando o meu precioso tempo em orar pela libertação salvação das vidas enganadas e presas por uma espiritualidade maranática pseudocarismática; almas preciosas que ainda não tiveram o privilégio de conhecer a liberdade que temos no Senhor Jesus.

  7. Pingback: O rabo do Diabo está metido nisto

  8. Cavaleiro Veloz disse:

    Tenho orado pelos amados que estão rompendo com os laços dos erros recomeçando. Em muitos deles existem desilusões e medos. Porém, fiel é Deus.

    Que as palavras do hino sirvam de conforto aos amados



  9. Pingback: A quarta trombeta soará!

  10. Pingback: Lavando os pés…

  11. Pingback: O Começo do Fim

  12. Mateus disse:

    Sinceramente, Leio com atenção seus artigos, são muito bem redigidos, fantasiam muito bem um lobo em pele de ovelha, me desculpe a franqueza mas infelizmente não usarei argumentos pois são humanos, não usarei versiculos pois você conhece mais do que eu, só posso lamentar por você, lamentar que você vive uma vida insegura  e que criou este site pois não tem certeza de sua “nova convicção”, e procura pessoas que te deêm esta certeza em comentários, não nego que você possue muito conhecimento, acho que até demais, passar bem.

  13. graci disse:

    preciso comentar sobre algo que está acontecendo em minha casa.Deixamos a icm em março deste ano, até então, meu filho que tinha 6 anos, não ia a nenhum cômodo da casa sozinho,se eu estivesse na sala, ele não ia sem mim no quarto dele, que fica a dois passos da mesma.Ele vivia com medo de tudo, tínhamos que fazê-lo dormir conosco para depois levá-lo ao seu quarto.
    No meio da noite acordava gritando e vinha para nossa cama.Tenho notado a alguns meses que ele perdeu o medo,vai a todos os cômodos da casa, liga a luz,não chama ninguém para ajudá-lo e o mais legal,na hora de dormir, coloco ele em sua cama, dou um beijo e saio, ele fica tranquilo até dormir.
    Isso me fez pensar que a doutrina do medo da icm, que ensina as crianças que tudo é opressão,na realidade só traz opressão para esses pequeninos.Falamos do amor de Jesus e as coisas do mal, ensinamos com cautela para não assustá-lo, afinal, os pequenos não tem o mesmo grau de discernimento dos adultos.
    A Biblia ensina: “temei a Deus e dai-lhe glória” e a icm teme mais ao inimigo do que a Deus, tudo é oprimido.Esse relato é mais uma vitória que alcançamos em Jesus!
    Um abraço.

  14. Luiza Reis disse:

    Acompanho seus posts aqui no blog e as comunidades no Orkut: JFM e Igreja Cristã Maranata. Muitas vezes chorei ao ler posts de pessoas feridas por esse sistema! Não sou membro de nenhuma comunidade.
    Tb estou ferida! Nunca fui membro da ICM, mas nasci num lar cristão e sempre tive dicernimento qt ao que a ICM prega.
    Meu marido é convertido a ICM e não ao Senhor. Digo isso pq ele diz que só se adaptou na ICM. Já fomos na Batista, Assembléia, Missão P. C. e outras, mas nada.
    Já eu não consigo me adaptar na ICM. Desde 2005 estou tentando. Tenho uma experiência muito grande com o SENHOR para eu deixar a ICM limitar a minha intimidade com Ele. É como uma frase que li: “Há um ditado favorito entre os pentecostais: ‘O homem com uma experiência nunca está à mercê do homem com uma doutrina’ “. 
    Cavaleiro Veloz, saiba que vc e outros das comunidades são usados por Deus para aliviar a minha espera. Deus fala muito comigo por meio de vocês.
    Acredito tb que quem está na ICM e tem o Senhor Jesus como seu único Salvador e Senhor, não fica lá mt tempo. Quem é do Senhor tem sede por mais intimidade com Ele. E na ICM não dá!
    Creio que o Senhor sabe o que se passa no meu coração e o meu marido vai se converter a Jesus e vai viver o verdadeiro evangélio.
    Gosto de ver os argumentos dentro da Palavra de Deus que vc e outros citam. Incrível como algumas pessoas da ICM não têm argumento na Palavra e começam a partir para ofensas. Incrível mesmo!
    O que tinha para falar está falado! rs!
    Deus abençoe a todos nós!!!

  15. Cavaleiro Veloz disse:

    Olá, Mateus, graça e paz em Cristo Jesus.
     
    Amado, chegou o momento do confronto com a heresia, com a mentira, com o ensino falacioso, com as falsas profecias, com as falsas revelações. Aproveite e fuja da mentira.
     
    Aquele que exerce “fé em Jesus” deseja a VERDADE e, finalmente, não se contenta a não ser com a VERDADE. Enquanto o Espírito de Deus se esforça no espírito do crente, Ele insiste no “evangelho da graça de Deus” (At. 20.24); porquanto está escrito (2 Co. 13.8): “Porque nada podemos contra a verdade, senão em favor da própria verdade.” Deste modo, deixar de desejar a VERDADE e resistir ao Evangelho é resistir ao Espírito Santo.
     
    Como sempre, o Espírito de Deus convence da justiça, do juízo e do pecado. Então, Mateus, encareça a VERDADE. Continuar debaixo da ordem ABSORVAM A OBRA! o incomoda? Então, eleve a VERDADE. Quer conhecer o genuíno poder pentecostal e ficar livre da mentira? Então, exalte a VERDADE. Quer encher o seu coração da esperança do crente? Então, firme-se na VERDADE. Será necessário despedaçar as algemas da doutrina revelada e andar em obediência ao que Deus diz do jeito que Ele diz? Então, rompa com os grilhões da mentira, recomece e a paz de Deus será o árbitro…

    Esta decisão é sua, pois está escrito (Ef. 4.25; Tg. 3.14): “Por isso, deixando a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo, porque somos membros uns dos outros. (…) Se, pelo contrário, tendes em vosso coração inveja amargurada e sentimento faccioso, nem vos glorieis disso, nem mintais contra a verdade.”
     
    Indecisos e inconstantes, como Benícios formatados, aparecem aqui no SITE e declaram: aprecio os artigos, leio sempre e não consigo contestar. Mas o Diabo fala em sua mente: aproveita e joga pedras em quem escreveu o artigo, ele está na razão, é lobo vestido de ovelha. Benícios e malucos pela Obra agem deste modo, como reflexo do ensino do mestre-mor na base da linguagem do não-pensamento que escora o falso profetismo nos cultos proféticos. Mas está escrito (Hb. 4.13 – ênfase nossa): “E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas.”
     
    Mateus, não estou atrás de elogios. Engano seu. No entanto, centenas de crentes sinceros que procuram respostas sinceras, encontram nestas páginas o ensino, o fortalecimento e o refrigério para seus corações.
     
    Paz!
     

  16. sara disse:

    mateus,me desculpe mas este site e aberto p/quem quiser,ler.os depoimentos de tds acredito sim,q sao verdadeiro,pois saopessoas idoneas q infelizmente estavam presas a icm econseguiram se libertar, preste bem atençao presas a icm,escravos aos homens,e concorda c/o q esta escrito pois infelizmente eh tdo verdade,q bom se tdos entendessem a verdade,e uma questao de vivencia,mesmo.continue lendoo blog,peça p/seus amigos ler,principalmente quem for dessa seita.a paz.

  17. Pingback: Falei conforme “ossorrevelô”…

  18. Lílian disse:

    Fiz parte dessa seita, pelo tempo que julgo que seriam os anos mais belos, devido à juventude, se eu não estivesse ali, 22 aos 31 anos de minha vida. Felizmente, ao sair ‘dali’ encontrei um OÁSIS, pleno do Amor de Deus, onde a igreja é um hospital, nós os mais necessitados e o médico É Jesuso SENHOR DOS SENHORES, Um Lugar de Misericórdia., Amém! Eu O louvo por isso. Hoje tenho Paz em minha alma, conheço os acordes do Amor de Deus, Aleluias por isso. Mas trouxe, comigo além da limitação de mim mesma, essa mesma porção adoecida por aquele regimento desumano, sem amor que é pregado ‘naquele lugar’, queria eu ter algum poder jurídico institucional para proibir AQUILO, porque pessoas são o alvo da Salvação, são a razão do sacrifício de Jesus, e ali, é invalidado tudo isso, bem melhor outras crenças, nesse sentido, pois se invalidam o sacrifício de Jesus por práticas de boas obras, ao menos não martirizam o outro invalidando o Amor. A disciplina e a correção alí são o ápice do prazer… mas prazer de quem? Daqueles algozes, que sabem não serem deuses, mas escravos de suas masmorras de frustrações fétidas lançadas no outro, ali rezam o rosário de manipulação do prazer de fustigar o outro com o que eles mesmos merecem, não seria Hitler seu melhor soldado? Não, não o seria, Hitler matou fisicamente seus dominados finalmente, não os deixou perambulando como débeis robóticos, ridículos diante de muitos e dignos de misericórdia pelos cientes do Amor de Deus.

    Seu blog, sr. Cavaleiro Veloz trouxe-me muito à consciência, como se não estivesse latente em minha ojeriza, a oportunidade de também poder compartilhar.

    Que a Paz e o Amor de Cristo permaneçam entre nós, excedendo todo e qualquer entendimento, e complemento ainda: Excedendo toda e qualquer agressão psicológica que ja nos fora feito, Amém!

  19. Gomes e Leila disse:

    CV, só não entendo como o GG consegue espalhar o ódio religioso e não sentir pesar o coração.
    A Maranata não precisa de você – Você quem precisa dela.


  20. Pingback: A Linguagem do Não-pensamento

  21. Pingback: Está ficando muito perigoso…

  22. Pingback: Não quero ler este livro…

  23. Pingback: Beco sem saída

  24. Pingback: Agradando aos homens e desacatando as Escrituras – Parte VI

  25. Pingback: REFLORESTAMENTO

  26. Pedro Esberard disse:

    Bom, sou um servo de Deus e sirvo à Ele na igreja cristã maranata.
    Li muitas das suas publicações e percebo que você e muitos dos que te seguem nesse blog tiveram péssimas experiências com homens que não conhecem a palavra de Deus, e esse é o grande problema em qualquer lugar ou denominação.
    Porém quanto á doutrina do clamor pelo sangue de Jesus, vejo claramente essa doutrina como sendo bíblica. Em romanos, efésios e hebreus vemos de forma clara essa doutrina. Entendo que muitos da igreja cristã maranata e outros que saíram de lá não enxergaram isso e por isso hoje possuímos o satélite, para transmitirmos a palavra de Deus, estou a 6 anos nessa igreja vim do mundo e conheci a Cristo Jesus nela nunca fui forçado a nada e vi os benefícios de buscar ao Senhor em orações e súplicas, pelas madrugadas e em jejuns como está na Bíblia.
    Quanto à consulta a palavra amigo, não posso negar as experiências que eu tive com essa doutrina, experiências minhas com Deus que tem me conduzido a uma vida maravilhosa com Jesus.
    Amigo , quanto aos jovens alienados, sem perspectiva, vejo um agravo nisso… conheço muitos jovens que servem a Deus e tem prosperado muito, com suas vidas profissionais e estudantis cheias de méritos e honras, vindas das mãos de Deus e da sua dedicação. Sei que muitos tem vidas mais humildes, mas não vejo isso como erro da igreja, mas por vezes a criação familiar e comunitária levou a isso.
    Quanto aos pastores ricos, conheço alguns, não condene homens que estudaram e trabalham por gozar o fruto disso, mas conheço pastores cobradores de ônibus, pedreiros, pintores, vendedores, bancários, padeiros, confeiteiros.. não falo da boca pra fora os CONHEÇO.
    A igreja de Cristo é espiritual, tenho ouvido isso muitas vezes nos cultos e reuniões que frequento, porém muitos não querem ouvir essas coisas e se detém em falhas humanas naturais, já que estamos numa caminhada.
    Assim esclareço e coloco meu ponto de vista.
    Se desejar entre em contato.

  27. Cavaleiro Veloz disse:

    O Espírito Eterno reclama.
    Os retirantes sofrem vergonha.

    Ouça! O som é de um mar de vozes.


    Você é capaz de amar e chorar a dor deles?

    Você é capaz de desatar os nós que os prendem?
    Você é capaz de oferecer socorro?

  28. Jessé Marques disse:

    Desculpem, mas eu não conseguia entender isto:

    O insinuante poder da linguagem do não-pensamento, diante das convicções do formatado como servo da Obra, escancara aberturas de alucinações em direção ao falso profetismo. Nada obstante, este não-pensar introjeta na mente dos beatos o que está além da letra definitivamente distorcido da linguagem das Escrituras Sagradas. Entenda o ardil, o engodo instalado na mente daquele que não-pensa: o costumeiramente distorcido e imaginável além da letra foge ao controle do mestre-mor, que nunca obedece às regras de Hermenêutica enquanto estimula a imitação; porquanto isto que ele faz torna-se o modelo, o paradigma dos valetes (escrevi valetes) que o imitam.

    Quando descobri que estava preso, que não-pensava, e que im,itava os “ungidos” fiquei com vergonha; porque eu inventava dons…

  29. Pingback: “A OBRA”: CONSTRUINDO HERESIAS

  30. Pingback: INSTIGAÇÃO AO ÓDIO RELIGIOSO

  31. Pingback: Se alguém chega espalhando a morte, FUJA!

  32. Pingback: Labaredas de ódio religioso

  33. Pingback: Fatos da Escritura Profética-Parte I

  34. Pingback: Fuja, crente! Não seja cúmplice!

  35. Pingback: “muita coisa está errada dentro desta igreja”

  36. Pingback: A Conspiração

  37. Pingback: Triste fim de “jornada de quarenta anos”

  38. Pingback: Muro de lamentações e protestos…

  39. Audenice disse:

    É muito triste meus irmãos,ver que nos dias de hoje jesus continua sendo negado pelos seus discípulos,como este.
    Pedro,assim como foi usados pelo Espirito de Deus,também foi usado por satanás querendo impedir o projeto do Pai.E vc meu irmão,não foi para igreja para buscar a salvação para sua alma,mas para ver os defeitos dos irmãos,e caindo também quer derrubar outros que querendo ou não são contaminados pelo seu ódio ou decepção por não ter sobrado nada pra vc.Deixe que Deus Soberano como ELE é, vai tomar todas as providencias ELE é provedor,ELE é Deus vc não.A palavra nos diz que tudo isso vai acontecer, é profético;QUEM FOR SANTO SE SANTIFIQUE MAIS,QUEM FOR SUJO QUE SE SUJE MAIS.Vc é conhecedor da palavra mais está fazendo como se a não conhecesse,e isso é uma pena.Está fazendo da casa de Deus um ambiente de confusão.Deus não é Deus de confusão,e vc infelizmente não vai contaminar a mente dos fieis por que ser fiel a Deus é não se contaminar com aquilo que vem do homem.Deus é fiel mais o homem é falho e Deus conhece a todos, vc é que não conhece o Deus que servia. Que Deus nos abençoe.
    Converta-se,como Saulo,não persiga o povo de Deus,apenas converta-se a Deus.Salve almas,não destrua almas que é o que vc está fazendo.mandando o povo fugir dos caminhos de Deus,da casa de Deus. A paz do Senhor.

    .
    Audenice, graça e paz

    Aproveitar o espaço do SITE para lançar pedras no autor dos artigos é o mais fácil. ]Formatados icemitas fazem isto todos os dias. Infelizmente, há alguns que surtam – isto mesmo: surto psicótico – chegando a postar uma pilha de maldições ao longo do dia.

    Contaminados pela avareza? Leia e reflita:
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/01/avareza-e-estelionatos/

    Contaminados pelo ódio? Leia e reflita:
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/05/dominadores-do-rebanho-de-deus/
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/02/instigacao-ao-odio-religioso/

    Formatação é coisa grave.
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/a-falsa-uncao-gera-morte/

    O chefe-icemita, ele sim! abriga balcões de negócios, controla as comissões entre parceiros, destrói documentos, encurralou a ICM-PES em um BECO SEM SAÍDA, facilita as fraudes, instiga o ódio religioso, manipula os pastores subalternos, prefere profetadas e revelagens e conseguiu contaminar o rebanho com o VOTO DE CABRESTO.
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/e-o-que-faltava-o-voto-de-cabresto/

    Portanto, a pergunta que não quer calar é a seguinte: quem está precisando de conversão?

    Sei que duro é este dircurso; mas aproveita e vai lendo e ouvindo:

    MARANATA: da fé à fraude
    .
    http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/cbn_vitoria/reportagem/1107020-dizimo-desviado-em-fraude-milionaria-na-igreja-maranata.html
    .
    http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2012/02/igreja-maranata-processa-suspeitos-de-desvio-de-dizimo-milionario-no-es.html
    .
    http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1107003-igreja-maranata-dizimo-desviado-em-fraude-milionaria.html
    .
    http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1107549-pastor-usou-visao-para-justificar-desvio.html
    .

    .
    VERGONHA!

    CV

    CV.

  40. Pingback: Poço de iniqüidades…

  41. Pingback: Estelionato religioso

  42. Pingback: NÃO SOU FANÁTICO!

  43. Pingback: Fábrica de meia-solas?

  44. Pingback: Apaixonei-me pela OBRA! E agora???

  45. Alandati disse:

    Um dos cartões de visita da seita maranática é a tal da “palavra revelada”. Atribui-se a Deus o desvendar de um “mistério além da letra”, contudo, deixa-se claro que tal patamar só é atingido por aquele que ocupa o rol de membros daquela instituição.

    Mas tal chamariz, denominado “palavra revelada”, que atrai muitos fisgados para o início do processo de formatação nada mais é do que um produto herético, e que introduz na mente do arregimentado o abominável sectarismo.

    Gostaria de deixar uma mensagem para meditação dos irmãos: Deuteronômio 32:2 – “Goteje a minha doutrina como a chuva, destile o meu dito como o orvalho, como chuvisco sobre a erva e como gotas de água sobre a relva.”

    O objetivo do Senhor, através do registro do cântico de Moisés, era trazer algo conhecido por todos, a irrigação natural (orinda da chuva e do orvalho) do campo, para garantir a fertilidade do mesmo.

    Assim também deve ser a nossa vida: como erva ou relva, precisamos receber a doutrina, que deve ser gotejada dia a dia, como a chuva, mas também destilado o dito do Senhor como orvalho, para que sejamos “férteis”.

    Para este último aspecto, ressalto que a destilação é um processo físico de separação de uma mistura sólido com líquido. Ou seja, o dito do Senhor, que vem através dos homens, vem misturado com sua cultura, com sua tradição, com seu entendimento, e até com suas emoções, mas o que o Senhor quer que façamos é destilar o que recebemos, separando o que não faz parte da substância pura (a água).

    Na destilação, uma mistura água + sal, por exemplo, a primeira etapa é aquecer a mistura, calor que já não é sentido há muito tempo na icm, inclusive objeto de relato de muitos irmãos aqui neste blog; a impureza fica, e o vapor d’água é canalizado até encontrar uma temperatura menor (bom senso, razão) para se condensar e ser depositado em forma de substância pura em um outro reservatório, e estar servindo para aquela finalidade desejada antes do processo de separação.

    Meus queridos, inventar alegorias, comparações, doutrinas falsas (bibliomancia, clamor pelo sangue de jesus, etc) é estar misturando a água pura com impurezas.

    Não seja incauto, destile o dito desses homens que se dizem ser de Deus, aqueça a mistura, coloque à prova através de oração, deixe fluir sua razão sim, meu(minha) irmã(ã), bom senso em ter tempo para tua família, para o teu trabalho, para os amigos, para dar assistência aos que precisam de ti, ao invés de se atolar em infindáveis compromissos e reuniões da obra, que supostamente dizem ser do ES, e beba água pura.

    Que o Senhor abençoe a todos.
    .
    .
    Amados,
    Anunciamos http://www.facebook.com/CavaleiroVeloz
    Criada HOJE
    E já está adicionada à Comunidade Já Fui Um Maranata….
    Participem
    CV.
    .

  46. Maranata disse:

    maranata – o blog foca os roubos e estamos todos tristes com essa situação mas fazer o quê? Todo mundo aqui fica remoendo os crimes deles e em vez de ficarmos remoendo o mal vamos orar!!! eles roubaram nada do que é nosso, mas sim o que é de Deus!
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/05/29/maranata-o-blog-foca-os-roubos-e-estamos-todos-tristes-com-essa-situacao-mas-fazer-o-que-todo-mundo-aqui-fica-remoendo-os-crimes-deles-e-em-vez-de-ficarmos-remoendo-o-mal-vamos-orar-eles-roubara/

    maranata – pessoas espirituais estão sentindo o vazio que é ser somente um religioso cercado pela mentira de homens que perderam o discernimento e o temor a Deus
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/05/29/maranata-pessoas-espirituais-estao-sentindo-o-vazio-que-e-ser-somente-um-religioso-cercado-pela-mentira-de-homens-que-perderam-o-discernimento-e-o-temor-a-deus/

    maranata – O império maranático está ruindo. Sua credibilidade no chão. Membros envergonhados, tristes e depressivos.
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/05/29/maranata-o-imperio-maranatico-esta-ruindo-sua-credibilidade-no-chao-membros-envergonhados-tristes-e-depressivos/

  47. pr.eduardo gil vasconcellos disse:

    Quero trazer algo verdadeiro e de fonte segura: uma profetada no PES.

    Certo pastor bem conhecido que trabalhava a anos no PES, agora enfermo, entregou uma baita profetada ao antigo vice o AA, aquele larátio da quadrilha. A profetada dizia: Meu servo eu tenho dado a ti prosperidade material pela tua dedicação a minha OBRA! E o astuto AA enchendo os bolsos, roubando a todo vapor! A imprensa deitou e rolou em cima do assunto…

    Dá pra acreditar?! Dá pra acrditar nas profetadas e nas revelagens vindas do PES??? Dá pra acreditar nas visagens. Vão tudo abraçar o diabo,”o pai da mentira”. Quanto engano, mentira, heresia etc. Quem tem respeito por si próprio saia desta seita. Não sejam cumplices!!!

  48. Elias disse:

    Em resposta ao que escreveu acima o qual copio e colo a frente: “maranata – o blog foca os roubos e estamos todos tristes com essa situação mas fazer o quê? Todo mundo aqui fica remoendo os crimes deles e em vez de ficarmos remoendo o mal vamos orar!!! eles roubaram nada do que é nosso, mas sim o que é de Deus!”

    Veja bem, vou resumir. Em I Samuel 16.1 o Senhor repreende ao profeta Samuel com as seguintes palavras: “Até quando terás dó de Saul havendo eu o rejeitado… Levanta-te´(fique na posição, esteje pronto pra realizar a minha vontade e o meu propósito para este povo de Israel) e vai até a casa de Jessé o belemita porque dentre os seus filhos me tenho provido de um rei”.

    Amada, Saul foi rejeitado porque não mais servia para o Senhor. Foi reprovado pelo Senhor. Se tornou um simbolo de derrota e vergonha para Israel. Embora o VT não seja exatamente apostólico e doutrinário para igreja, fica claro assim mesmo que não devemos alimentar sentimentos por aquilo que o Próprio Deus rejeitou. Afinal não somos mais “bonzinhos” do que Ele.

    Trocando em miudos, não se alimenta sentimentos por aquilo sobre o qual o Próprio Deus não alimenta sentimento. Ficar triste?! Depressivo?! Orar?!
    Não amada, a ordem é: Não fique triste; Não tenha dó porque Eu (o Senhor) o rejeitei; Se desviou dos meus caminhos; Pendeu para o lado da iniquidade e da idolatria, porque isto é resultado do porfiar no erro e na desobediência (como diz A Palavra); não conduziu o meu povo corretamente (quem lê entenda!)

    Levante-se para uma obra nova onde impera a verdadeira vontade do Pai para nossas vidas porque isto aí não tem mais conserto.

    Graça e Paz!
    .
    .
    Esclarecendo: O Blog http://obramaranatarevelada.wordpress.com re-publicou a postagem de Celeste Maria a que respondi. O amado irmão Elias apresenta a postagem no contexto da declaração de Celeste Maria: “Porque Saul desobedeceu mas continuava sendo ungido e Deus nao permite que tocar nos ungidos…”. E foi bom que Elias lembrasse que a rejeição de Saul, da parte de Deus, era imperiosa. Portanto, a opinião de Celeste não se justifica.

    CV.

  49. Essa luta e nossa disse:

    Quando os olhos veem, e a mente absorve a verdade de DEUS, nos retiramos e começamos a buscar um lugar para congregar e continuar nossa caminhada na presença do SENHOR. A primeira atitude dos antigos mestres é sair comentando: – vç viu? como ele perdeu o discernimento? ta caido mesmo, esqueceu tudo que viveu, voltou pra religiao etc.
    Agora pergunto: onde ficou o discernimento do GG? Seus discipulos que mesmo indentificando as heresias se omitem. Que discernimento e esse? No meu conviver com heresias, é ser apostata, negligenciar a verdade e ser mentiroso; enfim uma salada toxica pra saude do corpo e da alma com resultados negativos em todos os campos da vida. Mas o melhor e estar com o SENHOR e estarmos preparados AGUARDANDO SUA VINDA. PAZ
    .
    .
    Amado irmão,

    Escrevi para este Blog alguns artigos na Categoria ESCATOLOGIA. Consulte. De lembrar o primeiro de uma série de três (dois ainda não publicados):
    .
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/10/fatos-da-escritura-profetica-parte-i/
    .
    Neste texto diversos links direcionam outros artigos.

    Paz

    CV.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s