LIBERDADE DE EXPRESSÃO

A esquizofrenia religiosa arma barreiras em defesa da Obra.

Apressando-se em defender a Obra Maravilhosa, o bispo-chefe da elite icemita considerou as empresas GOOGLE DO BRASIL, MYSPACE, YOUTUBE nada mais, nada menos que demônios facilitadores de  momentos e oportunidades para quem denuncia erros dos religiosos.

Certamente, a liberdade de pensar e deixar pensar, exige a impiedosa mordaça dos tiranos. A pior mordaça é a religiosa. Sempre!

Entre icemitas de carteirinha o pensar e o deixar de pensar continua entendido como levante contra a Obra revelada desde a eternidade.

Insegurança e medo. Nada mais.

Em plena vigência do Estado Democrático de Direito o SITE DO CAVALEIRO VELOZ exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, ambos do artigo 5º da Constituição Federal.

Examinando os referidos textos, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato” (inciso IV) e “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença” (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI quando sentencia que “é inviolável a liberdade de consciência e de crença”.

Faz-se necessário ainda esclarecer, que as aferições, as menções e até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, estão adstritas tão somente ao campo da argumentação; ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões doutrinárias e teológicas.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO é importante, ainda mais quando se tem notícia do esforço gedeltiano em fazer calar aqueles que denunciam desmandos, erros, instigação do ódio religioso, maldições e perseguições, seja em artigos, comentários em blogs, comunidades de relacionamento ou sites.

Não existe Circular do Presidente do Presbitério condenando os crentes icemitas por criarem blogs de conteúdo caluniador, difamatório, hostil, injurioso, odioso e pernicioso contra aqueles desiludidos que não mais freqüentam os cultos da ICM. Por que ele não baixa doutrina revelada neste sentido? Porque a expedição da Mensagem para pastores 2007, impregnada com a disposição de fazer a defesa da Obra como derradeiro intento, inflama e instiga o ódio religioso. Propositadamente!

Neste contexto eclesiástico as calúnias, difamações, injúrias, maldições e pragas proféticas  despejadas pelas escadarias do palácio da rainha desfigurada prosseguirão para desonra dos ofensores e galardão dos injustamente ofendidos. O obsessivo poder religioso tem instrumentos de pressão mental que nenhum outro, que o dia a Inquisição Papista. Portanto, os ataques continuam com ameaças de maldições, de morte e de pragas satânicas. Sabe-se, porém, que a boca desses que nos amaldiçoam fala do que o coração está cheio…

O artigo A CONSPIRAÇÃO deixa cristalino o objeto das demandas judiciais da ICM-PES no Fórum de Vila Velha – ES, ou desta entidade religiosa e alguns pastores da elite icemita em litisconsórcio no Fórum de Barra Funda – SP (além da representação junto ao Órgão do Ministério Público em Vitória – ES). Nada obstante, corre a notícia de nova petição protocolada do Fórum de Barra Funda – SP contra GOOGLE e YOUTUBE, levando a crer seja o esforço do chefe icemita para impedir a veiculação do vídeo em que Caio Fábio denuncia os desvios da ICM-PES. DENUNCIAR É PRECISO.

O conto de H. C. Andersen (1805-1875) A Roupa Nova do Rei nos mostra certo monarca ansioso por novas roupas. E encomendou em inusitado padrão. Espertamente, dois malandros o presentearam com vestes invisíveis. Era uma fraude, evidentemente. No entanto, as pessoas ao redor do rei – e o próprio rei – fingiam enxergar o traje, apenas para não parecerem idiotas.

O monarca pseudocarismático está nu, ansiando por novas revelações do Apocalipse e novos mistérios da Obra; mas profetizando e prometendo o iminente toque da quarta trombeta para arrebatar a Maranata “num abrir e fechar de olhos”. (Nesse contexto escatológico, dizem eles: a Mescla que se dane.) Nudez que aponta para a nudez dos súditos, impedidos de exercer fé nas Escrituras no contexto do inerrante e irrefutável padrão do Novo Testamento. Nudez de afetos, de alma, de amor, de caridade, de crescer, de esperanças, de fé e de pensar. Nudez de poder pentecostal. Nudez que aponta para a indecência monárquica pseudocarismática, sem maiores ideais da elite do que interesses avarentos, egocêntricos, imediatos, particulares ou políticos. Nudez que mostra a falta de pureza e de sinceridade e de transparência. Nudez que sobe aos satélites precipitando a queda tormentosa. Vaidade das vaidades.

O Ídolo-Obra cambaleia cego nu… e imagina-se vestido. O começo do fim.

O poder camaleônico é real e não tenho outro modo de dizer.

Portanto, este SITE denuncia corporativismo; desacertos; erros doutrinários de causar espécie; estelionatos; falsas profecias; falsas revelações; falsas unções; falso batismo com o Espírito Santo; heresias ensinadas em seminários nos Maanain’s e inexistência de Regimento Interno capaz de coibir os erros. Não há que se falar em calúnia, difamação, injúria contra a honra de quem quer que seja; ressaltando-se, inclusive, que tais discussões direcionam-se a doutrinas, heresias e idéias religiosas. Não a pessoas.

Sobre cavaleiroveloz

Porque, se tomarmos parte no sofrimento de Cristo, também tomaremos parte na Sua glória
Esse post foi publicado em Acorda, Maranata!, BOM DIA!, Corrupção, Denunciar é preciso, Destruindo maldições, Vivendo "igreja de Deus...corpo de Cristo". Bookmark o link permanente.

43 respostas para LIBERDADE DE EXPRESSÃO

  1. clicelia disse:

    …só quem viveu nesse meio é que sabeeee……

  2. Meg Eastman disse:


    Duro é este discurso.

     
    O governo icemita está nu, ansiando por novas revelações do Apocalipse e novos mistérios da Obra; mas profetizando e prometendo o iminente toque da quarta trombeta para arrebatar a Maranata num abrir e fechar de olhos. (Nesse contexto, dizem eles: a Mescla que se dane.) Nudez que aponta para a nudez dos súditos, impedidos de exercer fé nas Escrituras no contexto do inerrante e irrefutável padrão do Novo Testamento. Nudez de afetos, de alma, de amor, de caridade, de crescer, de esperanças, de fé e de pensar. Nudez de poder pentecostal. Nudez que aponta para a indecência monárquica pseudocarismática, sem maiores ideais da elite do que interesses avarentos, egocêntricos, imediatos, particulares ou políticos. Nudez que mostra a falta de pureza e de sinceridade e de transparência. Nudez que sobe aos satélites precipitando a queda tormentosa.
     
    Vaidade das vaidades.

  3. Augusto disse:

    esta é uma grande verdade, desnudo de sentido, oxalá o nosso Deus esteja presente em todos os momento desta famigerada obra para uma cobrança acirrado de tantos mandos e desmandos, odios seameados, amor negados convivios bloqueados e tudo em nome de uma ”obra”

  4. Rafael Massena disse:

    Li o último artigo postado em seu blog – Liberdade de Expressão – e fiquei com uma dúvida: A liberdade de expressão é garantida pela Constituição Federal, no entanto, o anonimato é vedado. Pergunto: Não seria melhor expor a sua identidade. Pois, imagino que somente parte da legislação vem sendo observado quando se mantem o anonimato. Sou admirador do seu trabalho, mas poderia deixar de perguntar isso.
     
    Ainda te faço outra pergunta: O que dizem nos blogs é verdade? Você é o Fonseca? Eu não vejo problema de você expor sua identidade, acho que mais pessoas ouviriam e leriam o que tens a dizer.
     
    Abraço.

  5. Cavaleiro Veloz disse:

    Amado irmão Rafael, graça e paz
     
    Considerando a legislação vigente, o autor do artigo não é anônimo. Anônimo é o que está sem nome ou sem assinatura do autor. Exemplo: “carta anônima”. Cantores e escritores costumam falar por pseudônimos.
     
    Deste modo, quanto ao aspecto jurídico o pseudônimo (gr. ψευδώνυμος) é protegido pela lei, quando tenha adquirido a mesma importância no nome oficial, nas mesmas modalidades que defendem o direito ao nome.
     
    Meu irmão, não sou o Pr. Antônio Fonseca, meu caro amigo e irmão em Cristo Jesus.
     
    O SITE existe, é real, tem personalidade. O que digo, com responsabilidade e segurança reitero.
     
    Pessoas inteligentes como você, estão lendo, pensando e redirecionando os artigos.
     
    SÊ FORTE!

  6. Rafael Massena disse:

    Obrigado por sua resposta querido! Deus te abençoe.

  7. Elias disse:

    É isso aí amado! Como já sabemos, o Senhor Jesus não precisa de defensores, mas o seu evangelho sim. Pois foi isso que fzeram os apóstolos: Paulo, Pedro, João, judas, Tiago, diante dos falsos mestres e doutores da época. 

    Só uma coisa é necessária para o triunfo do mau;  Basta que os homens de bem não façam nada.

    Que Deus confirme o trabalho deste blog, levando aqueles que o acessarem a entenderem a verdadeira essência dos assuntos tratados aquí.

    A todos a Paz do Senhor Jesus!

  8. Cavaleiro Veloz disse:

    Caio Fábio criticou os desacertos da Maranata. Confira:

    Diante da enorme repercussão houve quem sugerisse o interesse da ICM-PES e seu ilustre Presidente para retirada vídeo.

    Mas a demanda autuada em 29.03.2011 em curso na 35ª. Vara Cível do Forum João Mendes – Barra Funda – SP, Proc. 583.00.2011.127959-8 cuida do vídeo ICM PES MARANATA A Obra é Filho único.

    Vai ser retirado do ar.

  9. HUMBERTO disse:

    hoje fora da maranata ,(graças a DEUS) posso verdadeiramente saber o  que é amar ao próximo,coisa que quando estava lá não sábia.hoje posso dizer que vivo a  verdadeira obra de Deus,que nos ensina a amar a respeitar a perdoar a estender a mão aqueles que mais necessitam.hoje sei o que é o Espirito  agir livremente na minha vida sem a intromissão do homem,hoje posso ver coisas maravilhosas de Deus na minha vida,pois estou livre do dominio humano,sei que  quando alguem deixa a maranata é julgado pelo homem sem piedade nenhuma,mas a palavra  ensina totalmente diferente(não julgar)então quem tem o Espirito Santo jamais julgara,aquele  que tem o Espirito Santo  ama ao seu próximo para obedecer á palavra,e proximo não são só membros da igreja,como muitos pensam,mas é o nosso semelhante,sem distinção,sem preconceito.Deus não ensinaria algo contrario a sua palavra.A obra do Espirito  não é nada mecanico ou forçada e não é posse de uma determinada denominação mas daqueles que vivem a palavra  de Deus sem distorção.NAÕ JULGAR .AMAR AO  PROXIMO orientações curtas faceis de  entender mas nem todos conseguem cumprir.hoje eu posso compreender(fora da maranata) estas palavras e coloca-las em pratica  graças a Deus que abriu meu entendimento.

  10. mariza disse:

    concordo plenamente c/ humberto

  11. Pingback: Falei conforme “ossorrevelô”…

  12. Cavaleiro Veloz disse:

    .
    Fórum Central Civel João Mendes Júnior – Processo nº: 583.00.2011.141090-7
    Requerente IGREJA CRISTÃ MARANATA – PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE
    Requerido GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA
    Despacho Proferido
    10.05.2011
    Vistos:
    1) Sem embargo do escopo do legislador que, ao instituir o procedimento sumário, objetiva dar maior celeridade ao processo, a experiência tem demonstrado que isto nem sempre ocorre, mormente quando o réu se furta ao ato citatório, o que implica, por vezes, na redesignação de audiências; sem falar, ainda, nas eventuais hipóteses de mudanças de endereço, o que certamente retarda o curso da demanda.
    Nesse contexto, justifica-se o processamento pelo rito ordinário. Frise-se que a medida atende à determinação do artigo 5.º, inciso LXXVIII, da Constituição Federal (incluído pela emenda constitucional n.º 45, de 30 de dezembro de 2004), que assegura a todos, no âmbito judicial e administrativo, “a razoável duração do processo e os meios que garantam a celeridade de sua tramitação”.
    Nem se cogite a hipótese de nulidade, visto que o procedimento ordinário é mais amplo, não havendo prejuízo às partes. A propósito, confira-se o seguinte julgado: “não constitui causa de nulidade do processo preferir a parte o procedimento ordinário ao sumaríssimo (atualmente, procedimento sumário) se dela não advém ao adverso nenhum prejuízo. Mormente quando ainda lhe favorece, propiciando tempo maior para proceder à sua defesa” (STJ, 3.ª Turma, Resp n.º 2.834-SP, relator Min. Waldemar Zveiter, j. 26.6.90, v.u., DJU 27.8.90, p. 8.322). Por essas razões, converto o rito sumário em ordinário, preservando a anotação junto ao distribuidor, sem a alteração do critério determinado pela Corregedoria Geral de Justiça, anotando-se, apenas, na capa dos autos e nas fichas de cartório.
    2) O uso pernicioso da internet torna-se a cada dia mais comum, e da mesma forma que a rede mundial de computadores serve a alguns como importante ferramenta para obtenção de úteis informações, serve a outros como ferramenta para o cometimento de crimes e propagação da bestialidade humana, no mais das vezes sob o manto do anonimato, o que acrescenta à sua conduta ingrediente que até entre os criminosos é repudiado, qual seja, a covardia.
    Nestes últimos casos, temos decidido que nada, sigilo, privacidade ou liberdade alguma podem justificar a preservação de dados de quem, seriamente, por demência, convicção ou por mera irresponsabilidade, não importa, se propõe a utilizar a rede mundial de computadores, com o alcance ilimitado que tem nos dias atuais, para praticar, meramente enunciar ou incitar de forma velada ou ostensiva, a prática de atos ilícitos, de qualquer natureza, por sites, blogs, vídeos ou “comunidades virtuais”.
    Este, porém, em que pese o desconforto externado pela autora, não parece ser o caso dos autos. Os vídeos, assistidos por este magistrado minutos atrás, trazem críticas à instituição autora, às vezes buscando a picardia, e em alguns momentos de forma ácida, mas, segundo entendo, confeccionados por pessoas identificadas ou identificáveis, vale dizer, que não pretendem se esconder sob o manto do anonimato, não vão além de externar opiniões fortes e críticas à autora, o que, inequivocamente, não autoriza censura, ainda, repito, que os termos utilizados para a exteriorização do pensamento prestigiem a picardia ou a acidez.
    Não vislumbro, portanto, nesta análise perfunctória característica da cognação liminar, abuso de direito que avilte direito outro tocante à autora, de modo que INDEFIRO A LIMINAR PLEITEADA.
    3) Citem-se os requeridos para que apresentem contestação no prazo de quinze dias, contados do dia seguinte à data da juntada do mandado de citação aos autos, por meio de advogado, sob pena de serem presumidos como verdadeiros os fatos articulados na petição inicial (CPC, art. 285). Servirá a cópia do presente como mandado, ficando o oficial de justiça desde já autorizado a diligenciar nos termos do art. 172, § 2º, do Código de Processo Civil. Cumpra-se na forma e sob as penas da lei. Intimem-se. Intime-se.
    .

  13. Pingback: Absorver a Obra: eis a questão!

  14. Pingback: Está ficando muito perigoso…

  15. Pingback: Beco sem saída

  16. Pingback: Labaredas de ódio religioso

  17. Pingback: Fuja, crente! Não seja cúmplice!

  18. Castelo de pedra virou areia(religião) disse:

    Iniciei aos 19anos ,hj com 47. Sou ex-menbro a 4anos
    Relutei em postar ao algo aqui após conhecer o blog a 3 dias.
    Mas quando vi o título não resisti e não ..
    Agora entendi porque Deus me fez conhecer este blog.
    Creio nos Dons que é a voz de Deus(Esp.Santo) e creio que muitos q aqui escrevem também crê e tem esperado na Justiça de Divina.
    No inicío do ano tive um Sonho.
    Via o Monarca GG ,na beira do quebra-mar , quando uma grande onda o derrubava e o deixava nu…mas ele nao percebia.
    Agora tudo fica mais claro.
    Contei para alguns irmãos ,mas claro q não creram, pois Deus não mais com quem sai da “Obra”.
    Agora vejo que o Castelo de Pedra ,já virou areia(religião…trocadilho maranatez.rsrsr)
    Não tenho nenhum prazer em relatar isso aqui, pois existem muitos irmãos que assim como eu em santa ignorancia obdc(ia) cegamente as orientações do sinhô.
    Tempos depois percerbi relações não passavam de “oreintações” para manter o cabresto firme.
    Quem questiona faz parte da tribo de Coré(Corá)como queira.
    O tapepete foi levantado mas a viseira esta muito apertada ainda em muitos adoradores do comando e da Obra .
    Espero que meu comentário sirva para afrouxar um pouco mais as viseiras .
    Busquem orintação do Senhor pois …Se o filho vos libertar …
    Leia a palavra irmãos.

  19. Pingback: Triste fim de “jornada de quarenta anos”

  20. Pingback: NÃO SOU FANÁTICO!

  21. CARLOS RENATO disse:

    Acabar com a liberdade de expressão, Processar o Google, Proibir orkut, só os bobocas do Presbitério mesmo,rsrsrs

  22. A falta de liberdade de expressao é a mais pura confisao de atos ilicidos, voto de cabresto dentro deste sistema se cria blindagens,tudo em nome de JESUS, Eu confesso nunca esperava tanta sujeira escondida, revolto comigo mesmo nao ter percebido nada ate poucos meses, aqueles lideres com expressao de superhomens, hoje o que resta e se imporem a base da forca, segurar aqueles que compactuam com tais praticas para manipular a massa desinformada, vamos ver onde vai parar essa torre de babel, DEUS esta no controle mas vai ter um momento que havera confusao nas linguas, a queda final e esta os comparsas nao falando a mesma lingua tudo pela disputa do poder isto nao termira bem, pois conta com a reprovacao de DEUS.ACORDA POVO A QUEDA VIRA .PAZ
    .
    .
    “havera confusao nas linguas…”

    Interessante essa colocação, pois remete ao Bendito Livro em Gênesis (11) e ao esforço do homem em querer alcançar o céu. Quer dizer: eles queria construir uma “torre com o céu por topo”. Mas a intenção do Eterno mostrou que melhor é a divisão. Dai a confusão de línguas (vs. 6,7) e por isto “o SENHOR os dispersou dali pela superfície da terra; e cessaram de edificar a cidade”.

    Neste contexto, apresentamos argumentos insistentes no sentido de que os erros do início não foram corrigidos, aquele que espertamente estabeleceu os alicerces da monarquia prevaleceu e o falso profetismo deu-lhe cobertura. E ai a babel, a rainha desfigurada com os esgotos abertos exibindo corrupção, descarada distorção dos fatos, enganação dos povo enquanto a elite, sob o conjtrolo do chefe religioso insiste em falar de “Obra Maravilhosa” (masna base de voto de cabresto).

    Por oportuno, estejam certos de que jamais passou na Mente do Espírito de Cristo Jesus que a igreja de uma cidade dominasse as igrejas de outras cidades; mas o esforço do gedeltismo foi esse, com a linguagem de “esta é a última Obra e fora desta Obra não existe salvação”. Linmguagem de casa mal assombrada geradora de formatados. Mentalidade de fanatismo religioso gewrando amélias, antônios, franciscos, marias e sebastiões..

    Portanto, o Pentecostes mostrou a necessidade de se afastarem do Judaísmo e a “doutrina dos apóstolo” exigia a separação do fermento dos fariseus. E enquanto se deixaram conduzir pelo Espírito de Cristo Jesus não precisaram de babel dominadora, porque santidade separação é melhor do que a apostasia coletiva que acarreta maior juízo.

    Shallom.

    CV.

  23. Pingback: igreja cristã maranata contra google – carta a gedelti gueiros « a obra revelada da icm maranata

  24. CARLOS RENATO disse:

    Depois, dizem que a maranata não surgiu de um racha.
    Já está rachada a muito tempo.
    Definitivamente, essa obra nunca teve revelação de Deus, jamais.

  25. maranata disse:

    maranata – Eu dei minha vida, meu tempo, a minha alma, o meu amor por essa igreja e o que eu recebi em troca? Discriminação, preconceito e desprezo.
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/06/18/maranata-eu-dei-minha-vida-meu-tempo-a-minha-alma-o-meu-amor-por-essa-igreja-e-o-que-eu-recebi-em-troca-discriminacao-preconceito-e-desprezo/
    .
    maranata – esta igreja é uma verdadeira seita! Durante anos em que congreguei nesta igreja, presenciei muitas discriminações racial, aos pobres, negros e até pessoas mais fracas, indefesas
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/06/18/maranata-esta-igreja-e-uma-verdadeira-seita-durante-anos-em-que-congreguei-nesta-igreja-presenciei-muitas-discriminacoes-racial-aos-pobres-negros-e-ate-pessoas-mais-fracas-indefesas/
    .
    maranata – Teve uma cadeirante que queria ir no benheiro, mas como o acesso estava dificil fez toda a necesidade na roupa.
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/06/18/maranata-teve-uma-cadeirante-que-queria-ir-no-benheiro-mas-como-o-acesso-estava-dificil-fez-toda-a-necesidade-na-roupa/
    .
    maranata – por motivo de traição me divorciei. Perdi o diaconato, fui desamparado, rejeitado.
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/06/18/maranata-por-motivo-de-traicao-me-divorciei-perdi-o-diaconato-fui-desamparado-rejeitado/
    .
    maranata – uma amiga que levei para esta seita. O filho dela é autista, rapaz lindo. – Todos os dias que podia estava na igreja. Até que um dia alguém na igreja pediu que ela não mais levasse o filho.
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/06/18/maranata-uma-amiga-que-levei-para-esta-seita-o-filho-dela-e-autista-rapaz-lindo-todos-os-dias-que-podia-estava-na-igreja-ate-que-um-dia-alguem-na-igreja-pediu-que-ela-nao-mais-levasse-o-filho/

  26. Castro e Silva disse:

    meu desabafo é o seguinte : o GG falava em doutrina revelada , obra revelada , palavra revelada , depositei a esperança nisto e ficava com raiva do CV qdo lia os artigos . e com mais raiva pq os artigos demonstram o contrário das meias verdades do (em)comendador… agora , deixei de ser cego guiado por cego e ando perguntando : o que posso fazer de bom? não sei……..
    .
    .
    Castro e Silva, não ficou claro nesta postagem se V. continua no ninho ou não. Mas de uma coisa eu sei: se V. almeja fazer algo pelo Reino de Deus, debaixo da força e inspiração do Espírito de Cristo, mergulhe nas Escrituras, fique disponível para perceber – com segurança –o que o Espírito de Cristo Jesus falará ao seu espírito.

    Para este momento de reencontro com o Evangelho de Deus recomendo a leitura de boas lições sobre a “fé em Jesus”:

    1. Cristo, Aquele que Cura, F. F. Bosworth, Graça Editorial.
    2. Curai enfermos e expulsai demônios, T. L. Orborn, Graça Editorial.
    3. Fundamentos da Teologia Pentecostal, Guy P. Duffield e Nathaniel M. Van Cleave, 2 volumes, Editora Quadrangular.
    4. Manual de Escatologia, J. D Pentecost, Editora Vida (permite download).

    Quem me dera se os que estão rompendo com o gedeltismo monárquico e pseudocarismático – ESPECIALMENTE OS PASTORES (deles mais se exigirá naquele Dia) – mergulhassem nas Escrituras e no Poder e Sabedoria de Deus, conforme o “evangelho da graça de Deus” (At. 20.24).

    Paz.

    CV.

  27. maranata disse:

    maranata – Palhaçada!!! ICM Obra e a Guerra contra a razão!
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/07/17/maranata-palhacada-icm-obra-e-a-guerra-contra-a-razao/
    .
    maranata – isto tudo mexeu com a minha estrutura emocional, estou com depressão e verifiquei que muitos estão, preciso de muita oração, pois não consigo nem trabalhar, choro a toa e descobri que como eu existem varios servos e servas assim também
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/07/17/maranata-isto-tudo-mexeu-com-a-minha-estrutura-emocional-estou-com-depressao-e-verifiquei-que-muitos-estao-preciso-de-muita-oracao-pois-nao-consigo-nem-trabalhar-choro-a-toa-e-descobri-que-como/
    .
    igreja cristã maranata – O sectarismo religioso, que coloca barreiras entre pais e filhos,e irmão contra irmão, é caso de “policia”. Acorda maranata.
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/tag/pes-icm/
    .
    maranata – Para que ainda não entendeu a “obra”, taí a radiografia.
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/07/01/maranata-para-que-ainda-nao-entendeu-a-obra-tai-a-radiografia/
    .
    igreja cristã maranata – as coisas q vc escreve são muito engraçadas devia trablhar em circo,vc é um caido se lembra da toca…
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/07/19/igreja-crista-maranata-as-coisas-q-vc-escreve-sao-muito-engracadas-devia-trablhar-em-circovc-e-um-caido-se-lembra-da-toca/
    .
    igreja cristã maranata – Rádio sobre o clamor pelo sangue de Jesus, onde ele mostra, com muita propriedade,o que a bíblia mostra a respeito.
    http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/07/19/igreja-crista-maranata-radio-sobre-o-clamor-pelo-sangue-de-jesus-onde-ele-mostra-com-muita-propriedadeo-que-a-biblia-mostra-a-respeito/

  28. Primeira Vitoria disse:

    Li toda a entrevista do Pr Eduardo Gil… é tudo o que vimos e vivemos…
    http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/entrevista-com-o-pr-eduardo-gil-vasconellos/

    Infelizmente, ainda tem irmãos agarrados nessa seita que tanto aprisionou a nossa vida nos fazendo ser como extra-terrestres, idiotas e manipulados com a nossa vida dedicada a enganadores que deturpam a Palavra de Deus …

    Saiam enquanto há tempo pq quem temm vergonha e caráter temm vontade de sumir quando o Espirito Santo começa a agir em nós….
    Hj sou livre e sirvo a Deus sem cabresto e ditadura!

  29. Firme nas promessas disse:

    Desejei escrever um pouco sobre minha decisão de sair da ICM.
    Quando me apresentaram este blog e comecei a visita-lo, ficava chocada com os artigos que ia lendo juntamente com os comentários. Pensava como pode alguém ter tamanha ousadia para enfrentar uma instituição religiosa como a ICM.
    Naquele momento meu coração estava muito “turbado” com as notícias que corriam pelos bastidores. Já era final de Setembro de 2011 quando nos foi passado os acontecimentos, até então, ainda suposições, de que breve iria “estourar uma bomba”.
    Fui seguindo o blog com cautela, mas a medida que lia, ia abrindo meus olhos mais e mais. Na ânsia de entender e aprender, fui me aprofundando mais, por outros sites que se interessam também pelo assunto da ICM.
    Mas este blog, ah, este blog é demais.
    O autor se preocupa em repassar na íntegra as informações além de dar espaço para participação dos dissidentes, que, cá para nós, fortaleceu por saber que tantos que saíram e precisaram de socorro e encontraram alívio nas palavras deixadas aqui.
    Com o passar do tempo, tomei coragem para fazer um comentário. Como ele foi publicado e o momento era de muita dor, com feridas abertas e sangrando, decepcionada, triste, por anos e anos de entrega e obediência a esta ICM, comigo não foi diferente, fui cuidada por este irmão amado que me recebeu aqui e tem tido muita paciência. Se me recordo, deixei o comentário em Dezembro de 2011.
    Passados 3 meses, sou outra pessoa. Meu coração já não está mais turbado. Meus olhos estão completamente abertos.
    Tenho passado momentos maravilhosos com Deus, pois até ao fazer minhas caminhadas diárias enquanto ouço louvores, a sua graça me envolve de uma maneira que não dá pra segurar e ali mesmo dou Glórias a Ele por estar assim hoje, tão liberta, que me dá até medo às vezes, de me acharem louca (se bem que estou loucamente apaixonada por JESUS como nunca havia estado antes).
    Interessante e triste é que a pessoa que me apresentou o blog ainda continua lá, formatado (meu filho ) e com medo de ler o que está escrito aqui, infelizmente.
    Posso dizer que hoje, estou curada ( nem levou muito tempo não é?).
    Obrigada a todos que indiretamente me ajudaram a tomar esta decisão. Que todos sabem que não é fácil. E para aqueles que ainda não tomaram sua decisão mas sabem que precisam, vamos lá, não se turbem o coração, pois tudo o que é apresentado aqui neste blog, é a mais pura verdade, com provas e testemunhas.
    Não me arrependo nem um pouquinho.
    Obrigada especialmente a você Cavaleiro Veloz Homem de Deus, por me ajudar quando precisei e quando preciso (e muito rsrs). E vamos continuar nesta luta de desformatação dos icemitas pois ainda há muito trabalho a fazer.
    Paz

  30. Alandati disse:

    O RAP “DIGA NÃO À SEITA”!

    Você sabe o que é um fake?

    Vou agora lhe dizer:

    Pois há muitos dessa estirpe

    Lá no blog do CV!

    É um termo estrangeiro,

    mas fácil de entender.

    Não é nada verdadeiro,

    Só o esperto para saber!

    Definição do dicionário,

    Ninguém pode escapar

    Um tremendo de um falsário,

    Só querendo enganar!

    Preste muita atenção

    No que agora vou falar:

    Saia da formatação

    Que a obra quer te dar!

    Essa obra é do mal

    Pois não desce nem com sal.

    O mistério além da letra

    Só esconde é mutreta!

    Até quando dura o sono?

    Por que insiste em não acordar?

    Gedelspapa que é o dono

    Dessa obra de enganar!

    Vou terminar essa canção

    Com a verdade, ninguém peita:

    Deixe essa ilusão

    E “diga não à seita”!

    É, Diga não àSeita!

    É, Diga não àSeita…

    By Rapper Alandati (É nóis!)
    .
    .
    .
    CV, esqueci de te perguntar se achou o artigo do irmão José Lopes, da (C)OBRA!

    Se achar, manda para mim, por gentileza!

    Abraço,

    Alandati.

  31. neia disse:

    A primeira melhor coisa que fiz na vida foi aceitar Jessus a segunda foi sair da maranata aquilo que fui naõ sou mais maranata e sou muito feliz descobri que Deus esta comigo independente de placa de igreja sinto em saber que muitos ainda estaõ vivendo esta esgravidão e não tem atitude pra mudar de vida e fica sofrendo onde não e feliz

  32. José Lopes disse:

    Era uma vez uma c(obra), que tinha uma pele muito bonita e uma língua muito poderosa. Com essa pele ela atraía as pessoas e com sua língua as beijava e hipnotizava prometendo cuidar bem delas. Muitas vidas foram sendo seduzidas por essa c(obra), atraídas pela sua beleza e inteligência. Essa c(obra) foi crescendo, fazendo ninhos atrás de ninhos, alimentando-se dos indefesos,se reproduzindo e dando filhotes de c(obra) atrás de filhotes de c(obra).

    Estava forte e viçosa essa c(obra), cheia de poder e força, se esgueirava por todo lugar que queria, ninguém a impedia de se enrolar em qualquer árvore que assim desejasse, e se encheu de orgulho e soberba, falando para si mesma e para quem quis ouvir, que não havia ninguém igual a ela e que era filha única de sua espécie e geração.

    Um dia porém, uma pedra desceu do céu, uma pedra de esquina, pedra preciosa e já provada, e caiu bem em cima da cabeça dessa c(obra). Foi de repente, sem aviso, de tal forma que a própria c(obra) nem mesmo ela se apercebeu bem do que lhe tinha sucedido a não ser quando viu seu corpo andando sozinho longe dela, sem rumo, sem saber o que fazer sem a orientação da cabeça venenosa esmagada debaixo dessa pedra.

    O corpo da c(obra) caminhou, esperneou se contorcendo por alguns momentos, mas sem forças e vigor acabou por se render à morte, uma morte sem sentido, sem glória alguma, apenas um simples corpo desmembrado de sua cabeça outrora tão carismática e orgulhosa, agora em decomposição e sendo comida de bichos debaixo daquela pesada pedra que desceu do céu.

    Esta é uma narrativa que à primeira vista conta a história de uma c(cobra), mas na realidade, a única história que sobra para contar no fim dela, é a história dessa pedra de esquina, que desce do céu e toma o lugar da c(obra) nessa narrativa. A pedra é de esquina e preciosa, e a c(obra) virou sobra nessa história.

  33. Mc Eurípia Inês disse:

    Mc Alandati,
    Também mando o meu rap…

    Olhai ai, moçada esperta,
    Sou Mc Eurípia Inês.
    Estou aqui neste Blog,
    E quero alertar vocês.

    Maranata é uma seita,
    Só quer alienar você.
    Atente pra o que ensina,
    Seu Gran-Mestre GG.

    Fiquei presa 20 anos.
    Não tinha nenhum lazer.
    Era culto todo dia.
    Só pra prender você.

    Era toda madrugada,
    Ao meio dia também.
    Depois, à noite voltava,
    Que vida de vai-e-vem!

    É… que vida de vai-e-vem!
    É… que vida de vai-e-vem!

    E chega fim de semana,
    Tu não descansa irmão,
    Porque tem os seminários
    E também manutenção.

    É… que vida de escravidão!
    É… que vida de escravidão!

    Mas um dia dei um basta
    E saí da escravidão,
    Hoje tenho liberdade.
    Pra seita não volto não.

    É… pra seita não volto não.
    É… pra seita não volto não.

    Em todos os retirantes,
    GG lança maldição:
    De doenças e acidentes,
    Ou queda de avião.

    Se você quiser sair,
    Não tenha medo irmão.
    Pois quem Deus abençoou.
    Tá livre da maldição.

    É… Tá livre da maldição.
    É… Tá livre da maldição.

    By Rapper Eurípia Inês.

  34. pr.eduardo gil vasconcellos disse:

    Gostaria de trazer, uma pequena história de um menino,que passou várias dificuldades,para alcançar seu objetivo.

    Quando o menino alcançou o seu objetivo,uma pessoa lhe falou;”Que não foi a fraqueza que tinha levado ele, até alcançar o seu objetivo,mas sua força de vontade”.

    Retirantes quantas dificuldades,batalhas,lutas para sair da seita herética,mas sua força de vontade unida com o Senhor,te libertou da escravidão,mas não torne-se escravo denovo,de uma denominação,o Senhor te ajudou,você se ajudou,para ser livre.

    Para servir o Senhor jesus,longe das heresias,das profetadas,chegaste até aqui para glória de DEUS.

    um abraço fraternal.

  35. Alandati disse:

    “DIGNIDADE NÃO SE VENDE”!

    Começo com um texto bíblico:

    “Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.
    Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas”. João 10:11-12

    Meus irmãos, sem dúvida nenhuma, o texto se refere ao Senhor Jesus, logo depois identificado nos versos seguintes, e ainda no texto acima destacado com letra maiúscula na palavra Pastor!

    Contudo, interpretando o texto, vemos que cita a possibilidade de existir outros pastores (com letra minúscula).

    Ainda do texto, aduzimos que há dois tipos de pastores, o propriamente dito, que efetivamente “dá a sua vida pelas ovelhas”, e os chamados mercenários, que se importam mais com os seus negócios, e efetivamente não são pastores, mesmo que recebam esse título de alguém, mas com a chegada do lobo, larga na primeira oportunidade as ovelhas, para defender os seus próprios interesses.

    Meus irmãos, há muitos que são chamados pastores, mas nem todos exercem a função efetiva do apascentar as ovelhas.

    Explorando a expressão “dar a vida pelas ovelhas”:

    Sendo bem realistas, e declarando que Jesus é o único a ter condições de fazer isso literalmente, ou seja, efetivamente morrer em favor do homem, mesmo porque Ele é o único cordeiro sem manchas para a validade desse sacrifício, precisamos entender o que seria o valor dessa expressão para um pastor, enquanto líder de um rebanho eclesiástico.

    Talvez seria, por alguns instantes, largar a sua vida, esquecer os seus problemas, e ir ao encontro de uma ovelha necessitada.

    Seria ouvir de um obreiro que uma irmão não estaria indo ao culto porque não tinha condições financeiras, e inclusive passava necessidades em casa, e passar a noite em claro, e no dia seguinte, ir até o supermercado, esperar abrir, e montar uma bela de uma cesta básica para essa família, e ir levar até a porta da casa dessa vida, e ser recebido debaixo de choros.

    Talvez, a referência de “dar a vida pelas ovelhas” fosse pegar algum membro de sua unidade local em algo, de certa forma, grave, e preferir confiar naquela pessoa, promovendo a sua recuperação, enquanto muitos outros poderiam massacrá-lo.

    Ser um bom pastor e dar a vida pelas ovelhas, talvez estivesse ligado a alguém disposto a viajar quilômetros de distância, sendo que poderia ficar no conforto de sua casa, para atender as necessidades das pessoas, que solicitam sua presença, para uma ceia, ou uma simples reunião.

    Dar a vida pelas ovelhas poderia ser ouvir de um diácono, hoje pastor, que estaria entregando o seu diaconato, após uma discussão com um outro membro da unidade local, mas falar para ele que não se precipitasse, fosse para casa, esfriasse a cabeça, e repensasse a situação, e no outro dia, ao contemplar o homem renovado, recebê-lo de braços abertos e passar uma borracha naquela situação.

    Talvez, o dar a vida pelas ovelhas, citado na Palavra, poderia ser receber inúmeras ligações dos servos a respeito de injustiças sofridas por eles, e “comprar o barulho” deles, relatando a quem devido, para que pudesse estancar o sofrimento das ovelhas.

    Pode ser que o Senhor esteja se referindo ao bom pastor, que dá a vida pelas ovelhas, àquele que senta para ouvir a versão de cada um, antes de agir com arrogância e autoridade, próprios daqueles que parecem que não cometem erros.

    Pode ser também que “dar a vida pelas ovelhas” seja liberar a todos rapidamente, em culto pela manhã, quando estivesse um tremendo calor, e orientar para que todos pudessem ir para os seus lares, colocassem um sandália de dedo nos pés, uma bermuda, e uma camiseta e fossem tocar uma coca-cola gelada.

    Ser um bom pastor e dar a vida pelas ovelhas também pode ser a postura de alguém que fica indignado com aquilo que é errado, e falar “na lata” de quem quer que seja isso, no intuito de sanar aquela perseguição.

    Dar a vida pelas ovelhas também pode ser perceber que há uma ameça para as ovelhas com relação a alguém que estaria com outros pensamentos, até sexuais, e sucedendo a pesquisa, inclusive com confissão do suspeito, ter que tomar a atitude devida, em defesa de todo o rebanho, para que não seja alastrado aquele tipo de dificuldade.

    Meus irmãos, estou falando de um companheiro, que conheci bem verdade, após ter saído da seita.

    O seu nome é Pr. Eduardo Gil Vasconcellos. Sempre se identificou com nome e sobrenome. Até telefones fixos e celulares informou. E que tem residência fixa e diz onde mora. Veja http://diganaoaseita.wordpress.com/boca-na-trombeta/comment-page-2/#comment-760.

    Um pastor corajoso, que mostra a cara, e não se esconde atrás de uma denominação, de um posto, de uma função, ou de estatísticas.

    Um pastor que foi perseguido, caluniado, enxovalhado, mas que não esmoreceu.

    Um pastor que é formador de opinião, e é admirado por todos.

    Começou no Rio Grande do Sul, mas ganhou o mundo, pois quantos não só do RS, passaram pelos cuidados do pastor Eduardo, em SC, em Montevidéu/ROU, etc., mas sobretudo agora, a começar as suas postagens nas diversas comunidades e blogs da internet.

    Quem aqui não conhece as expressões: “comendador”, “vão plantar batatas”, “vão faltar algemas”, “é muita gatunagem”, “dignidade não se vende”, “vai ser um tsunami”, e tantas outras que são características?

    Quem também não orou pelo pastor Eduardo, para que Deus renovasse as suas forças, quando parecia esgotado diante das batalhas. (http://diganaoaseita.wordpress.com/boca-na-trombeta/comment-page-1/#comment-180)

    Na sua entrevista, deixou claro que recebeu o chamado de ser pastor do Senhor, até mesmo antes de entrar para a seita, e portanto não balizou seu pastoreio em instituição alguma. Por isso, não deve nada a ninguém. Leia em http://diganaoaseita.wordpress.com/entrevista/.

    Esta é uma homenagem da família DIGA NÃO ÀSEITA por este dia tão especial, quando completa mais um ano de vida.

    E acho, pastor amigo, diante de tudo que sei de ti, que podes dizer:

    “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.” 2 Timóteo 4:7

    Quando uso esse texto, relacionado às palavras de Paulo, não entendo que a atuação do pastor Eduardo estaria terminando junto às ovelhas, mas declaro que não é preciso fazer mais nada, do que já tenha sido feito por ele, durante a sua trajetória para a Obra de Deus!

    Parabéns, pastor!

    Que Deus o abençoe muitíssimo!

    Um abraço fraternal!

    Alandati.

    Publicado em http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/10/27/dignidade-nao-se-vende/

  36. Maria (CV de saias) disse:

    Parabéns, pastor Eduardo Gil! Pude ver como o senhor é um homem diferente dos muitos outros que eu estava acostumada a lidar ao receber seu amável telefonema, assim como tb o seu Alandati e sua esposa. Obrigada irmãos!

    Que bênção poder contar com o carinho de pessoas assim! Quero dizer com o coração aberto e muito boa vontade que desejo que o pastor Eduardo continue sendo o homem de Deus, amoroso e cuidador do rebanho de Deus! Que Ele continue cobrindo o senhor com sua unção, e tb com saúde, paz, gozo em viver, com união no lar, e todas as bênçãos que somente o Senhor Deus conhece as nossas necessidades delas e as pode suprir.

    Felicidades pastor Eduardo! Parabéns por mais um ano de vida!

    Com carinho e amor,

    Maria (CV de saias)

  37. Alandati disse:

    O COTIDIANO DA OBRA!

    Todo dia, ela faz tudo sempre igual,

    Me sacode às seis hora da manhã.

    Pois tem culto na unidade local,

    Onde faço um “cramô” com as “irmã”.

    .

    Todo dia, ela finge de mim cuidar,

    E essas coisas que toda seita faz.

    Diz que está me esperando para obrar,

    E me engana igual a satanás.

    .

    Todo dia, eu só penso em poder vazar,

    Meio-dia eu só quero escapulir.

    Ir pro culto ao invés de almoçar,

    Não dá nem pra comida engolir.

    .

    Seis da tarde, como era de se esperar,

    Ela pega e me espera com um bordão.

    Diz que tenho a igreja pra limpar,

    E o pré-culto precisa de um dão.

    .

    Toda noite, ela diz pra eu não me afastar,

    Meia-noite ela lança maldição.

    Diz que um ônibus vai me estraçalhar,

    Ou então vai cair meu avião.

    .

    Adaptação da música Cotidiano, de Chico Buarque, feita por Eurípia Inês.

    COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:

    É bom que sempre seja dito que nós não queremos fazer apologia ou até mesmo incentivar qualquer consumo de produto algum, seja televisivo, seja musical, seja de desenho animado, ou qualquer outro gênero, mas não podemos deixar de ter cultura.

    Chico Buarque, inquestionavelmente, é um artista brasileiro, e tem a sua relevância enquanto se posiciona com críticas ao sistema, ou até mesmo fazendo a crônica, chamada Cotidiano, que retrata o dia-a-dia repetitivo, e cansativo, de um casal.

    Sobre a adaptação da nossa irmã, eu só tenho que falar que ficou FENOMENAL!

    A irmã é uma artista! Os versos se encaixam com maestria no ritmo da música.

    E o melhor de tudo: com inteligência, não deixou também de transmitir conteúdo, pois, ao lermos todas as estrofes, podemos declarar que era isso mesmo que vivíamos dentro da seita.

    Hoje, graças a Deus, o nosso cotidiano é mais brando. Temos mais tempo para nós, para nossa família, e ainda, apesar de por vezes, sermos sufocados pelo trabalho, estudo, cuidar de filhos e de casa, podemos, em um final de semana ou feriado, entrarmos no carro e pegarmos a estrada, pois não estamos mais com a “bola de ferro” no pé, colocada por meio de tornozeleira da obra, dizendo que é uma convocação, orientação, obrigação, etc…, e que nos prendia em toda folga junto à unidade local.

    Viva a Liberdade em Cristo!

    A Paz do Senhor Jesus!

    Alandati.

    Publicado em http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/10/28/o-cotidiano-da-obra/

  38. Flor de Liz disse:

    Parabéns Pastor Eduardo Gil. Que a Graça do Senhor Jesus, esteja com o senhor em toda a sua trajetória de vida.
    Parabéns por mais um ano de vida!

    CV APDSJ! e IRermãos:
    Estou lendo o livro: Porque não não quer ir mais a igreja?

    Maravilhoso, Edificante, Liberto!!!

    Realmente nos faz reavaliar os conceitos e crenças que norteavam nosso caminhar.
    E o amor do Nosso Senhor Jesus sempre a postos para transformar vidas.

    Anos na ICM e o vazio imperava em nosso coração.
    Verdadeiramente estou me reencontrando com o Salvador, vida pós ICM.

    APDSJ!
    Abraço Fraternal.

    Flor de Liz

  39. Lucia Helena disse:

    Flor de Liz,

    Estou feliz por vc estar lendo esse livro´.Ele é um divisor de águas,maravilhoso!!!

    Leia qdo puder ,também, o livro :Deus Me Ama.São os mesmsos autores do livro que está lendo.
    Outro que é na mesma linha tem o título: Mais Perto de Deus ( Darin Hufford)

    São leituras que abre o seu olhar espiritual e te dar uma profundidade tremenda das Escrituras Sagradas.

    Feliz aniversário Pr.Gil vasconcellos!!! Deus o ilumine ainda mais e uma ano repleto de alegrias e vitórias.Este é o meu desejo de coração.

    A todos uma boa semana e muita paz!!!

    Saudações em Cristo!

  40. Firme nas promessas disse:

    Irmãos amados
    Dois dias sem acessar o Blog e quanta novidade!!!
    Primeiramente parabenizo Pr Eduardo Gil pelo aniversário, que a Graça do Senhor esteja sempre sobre ti e sua casa e ao Alandati, pela homenagem que fez, muito bem colocada.
    Maravilhoso é ler os comentários dos irmãos com liberdade de expressão, não é MC Eurípia?
    Senti uma alegria tão grande! Pude notar como os irmãos também estão alegres!
    Este Blog é um ministério de amor.
    Graça e Paz

  41. É isso mesmo Firme nas promessas, a cada dia o nosso bondosos Deus tem nos alegrado e sustentado e nos encontramos sim, aqui neste Blog de amor.

    Mas as novidades não são só do lado de cá dos retirantes não…
    Você sabia que pela primeira vez a seita maranata está vivendo na revelação?

    É verdade! Tudo agora é verdadeiramente revelado, e como a obra é dinâmica, a cada dia que passa é uma revelação nova.

    São os outros Blogs que agora fazem coro com o CV, as comunidades virtuais, os retirantes, a imprensa e, claro, as autoridades como MP-ES, MPF, PF, PC… Cada um, dentro do sua competência, conhecimento e daquilo que viveu na seita, estão revelando o que ela realmente é: UMA MENTIRA.

    Quer saber? Revelar significa remover o véu e trazer à luz o que estava oculto, tornar conhecido o encoberto.

    E foi o que aconteceu com a quadragenária seita quando foi removido o denso véu que ela criou com falsas revelações e agora está aí, pagando pelo seu mal e sendo exposta. Imaginem a hora da revelação do MP? Eita que é um véu pesado que ele está retirando.

    O que será revelado, hein? Alguém se habilita a falar? Ouvi dizer que será o maior escândalo de todos os tempos envolvendo uma igreja evangélica no Brasil.

    Também com tantas maldades, mentiras, maldições e crimes(em tese)…é muita revelação mentirosa…

    Irmãos, alegremo-nos porque estamos livres e oremos pelos nossos irmãos que estão se preparando para a saída desta seita maligna. Nós bem sabemos que não é fácil, porém, temos a certeza que é a melhor atitude a tomar.

    Jesus é a melhor escolha e não podemos deixar que ninguém coloque outro véu que Ele mesmo já retirou nos dando livre acessoa ao Pai Celestial.

    A paz do Senhor Jesus à amada irmã Firme nas Promessas, ao CV e a todos quantos leem este Blog.

    Eurípia Inês.

  42. Alandati disse:

    DESVENDANDO A PORTA DA OBRA

    Bem, esse artigo dá uma nova roupagem para a música infantil “A Porta”, de Vinícius de Moraes.

    Aqui o referencial é a obra. Ficou assim:

    “A porta da obra”

    Eu sou feita de mentira
    mentindo que a letra é morta
    Mas não há nada no mundo
    Mais viva do que a Palavra.

    Eu falo um segredinho
    Pra entrar o menininho
    Eu falo: “tudo é revelado”
    Pra fazer um formatado
    Eu falo tanta asneira
    Pra causar muita canseira
    Eu entrego uma visão
    Pra agradar o capitão.

    Só não falo pra essa gente
    Que diz (a mim bem me importa…)
    Que se uma pessoa é leiga
    Não entra pela “Porta”.

    Eu sou muito exigente!
    Quero que se afaste da casa
    Um regime de quartel
    Vivo das gorduras do mundo
    Só vivo longe do Céu!

    Segue o link da versão cantada por Fabio Junior no álbum “A Arca de Noé”:

    http://letras.mus.br/vinicius-de-moraes/87211/

    COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:

    “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador.
    Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas.
    A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora.
    E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz.
    Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.” João 10:1-5

    O texto diz que pastor das ovelhas entra pela porta, pois a este o porteiro abre, e as ovelhas, quando chamadas pelo nome, ouvem a sua voz e obedecem, e mesmo fora do curral, atendem a voz do pastor.

    Mas há alusão aos que não entram pela porta, subindo por outra parte, esses são chamados de ladrões e salteadores. Para as ovelhas, são estranhos, e por elas não conhecerem a voz de estranhos, fogem dele.

    Se é notório que todos fogem de determinadas pessoas que têm o título de pastores, será que, por um dedução lógica, e embasado no texto em destaque, suas vozes não seriam desconhecidas da membresia, e portanto seriam estranhos no curral?

    Em sendo estranhos no curral, será que esses estranhos não subiram por outra parte que não seja a Porta (Jesus), identificado por Si mesmo:

    “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.” João 10:9

    Seguindo o raciocínio: se os estranhos, cuja voz é desconhecida das ovelhas, e portanto elas fogem deles, subiram por outra parte sem ser a Porta, será que eles não seriam ladrões e salteadores?

    A diferença entre um ladrão e salteador para os Judeus é que o primeiro toma a propriedade de um outro homem nas escondidas, e o último faz isso abertamente.

    Na obra, sempre esteve tudo às escondidas de muitos por longos anos, mas agora tudo está às claras, e além de tudo, alguns sempre souberam dos esquemas estabelecidos, mesmo porque participavam deles, sem precisar de revelação para isso…

    A conclusão é tua!

    Eu tenho a minha convicção sobre o assunto:

    As vozes que eu estava ouvindo, na obra, eram de estranhos e por não conhecê-los, preferi ficar com a orientação bíblica e fugir deles a ter que segui-los.

    Que Deus abençoe!

    A Paz do Senhor!

    Alandati.

    Publicado em http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/10/31/desvendando-a-porta-da-obra/

  43. Pingback: Já está posto o machado à raiz das árvores…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s